DATA DE PUBLICAÇÃO: 29/08/2019
- Diminuir + Aumentar

Celebração pelos 21 anos da Equipe Arquidiocesana de Pastoral do Dízimo

Foto: Divulgação.
 
No último domingo, 25 de agosto, às 10h, na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, bairro homônimo, celebrou-se Santa Missa em Ação de Graças pelos 21 anos da Equipe Arquidiocesana de Pastoral do Dízimo (EAPADI) e, também, pelos 19 de criação do programa “Evangelizando através do Dízimo”. O Padre José Maria Ribeiro, assessor eclesiástico da pastoral, presidiu a celebração que contou com participação de diáconos, religiosos (as) e de leigos atuantes nas paróquias da arquidiocese.

Na homilia, ele destacou os 21 anos como um tempo de graça que Deus concedeu e concede à Igreja de Belém, com o fortalecimento da comunhão e participação dos cristãos católicos: “O sentimento que trazemos hoje diante do altar do Senhor é de gratidão. Gratidão a Deus pela coragem de Dom Vicente Joaquim Zico que à época incentivou os padres e apoiou a criação da EAPADI para organizar e dinamizar o dízimo em sua Igreja particular.”

Padre José Maria enfatizou ainda o sentido de pertença que vai despertando os fiéis para a sua comunidade ou paróquia, deixando pra trás a mentalidade individualista e assumindo atitude de comunhão e participação. A partir da pastoral de conjunto,  “o dízimo e a oferta passaram a ter um novo sentido na arquidiocese: o da gratidão a Deus e o de corresponsabilidade na sustentação da ação evangelizadora, a partir das dimensões Religiosa, Missionária, Eclesial e Caritativa”.

A EAPADI foi criada em 1998, com o objetivo de conscientizar os fiéis sobre o sentido de pertença à Igreja, a fim de terem atitudes de comunhão e participação. E, também, capacitar agentes de pastoral para a evangelização por meio do dízimo no âmbito da arquidiocese. Teve como primeiro assessor eclesiástico o padre José Maria Ribeiro, que continua até hoje.

Atualmente fazem parte da EAPADI os seguintes missionários: coordenador: Antonio Carlos; articuladores das regiões episcopais: José Leônidas; Lino Pontes; Enéas Ferreira; Ana Cláudia; Conceição Nascimento; Francinete Barroso e Regina Marta. E, mais,  os missionários da EAPADI: Adelar de Souza e Socorro Gonçalves; Nélio e Lena; Jorge Soares e Jandira; Eliezer Martins; Simaia e Miguel Rodrigues; Léa Silva; Walcimar e Genina Brito; Thadeu Abreu; Rosalina Leal; Carmen Santiago; Socorro Furtado; Socorro Carvalho; José Boaventura; Santana dos Santos e Isa.

Para Eliezer Martins, secretário da atual gestão, “os 21 anos de existência da EAPADI significam mais participação dos fiéis na manutenção da Igreja, pois antes as maiores partes dos recursos que sustentavam a Igreja vinham de fora. Hoje a maior parte vem dos fiéis. Isso demonstra compromisso e a corresponsabilidade.”
Ele define que entre os principais desafios para o futuro estão a conscientização dos fiéis para se manterem efetivos na contribuição com o dízimo e a compreensão de que o dízimo é um gesto de fé e gratidão a Deus e amor à Igreja: “Ou seja, pela fé acreditamos que tudo pertence a Deus. Como gesto de gratidão devolvemos à Igreja um pouco do que recebemos d’Ele.”

Avanços

A atual coordenação destaca como avanços da EAPADI nos 21 anos a implantação do dízimo em quase todas as paróquias, a Santa Missa do dízimo uma vez por mês em quase todas as paróquias, a capacitação de leigos para ministrar formação sobre o dízimo, a criação do organograma da EAPADI (assessor; coordenador; secretário; articuladores e equipes de trabalho), a elaboração de calendário de atividade anual por região / EAPADI, a formação bimestral em nível de Arquidiocese e regiões Episcopais, a realização de quatro assembleias arquidiocesanas, a criação do Curso de Formação de Coordenadores de Pastoral do Dízimo, e a criação do Mês do Dízimo, novembro.

Estão entre os principais eventos realizados pela EAPADI: o primeiro Festival da Canção do Dízimo, o FECANDIZ, com objetivo de despertar para a participação e partilha, criar canções inéditas sobre o dízimo, em 1999; O programa “Evangelizando através do Dízimo”, lançado em 2000, cuja intenção é refletir sobre o dízimo a partir de textos bíblicos, testemunhos e mensagens,  informar sobre as ações da pastoral do dízimo nas paróquias e regiões episcopais,  a 1ª Assembleia Arquidiocesana da Pastoral do Dízimo, em 2001, além de formações, estudos, seminários, encontros e café partilhado.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade