DATA DE PUBLICAÇÃO: 05/09/2019
- Diminuir + Aumentar

A celebração dos 322 anos do Círio da Vigia

Foto: Divulgação.
 
No segundo domingo de setembro acontece a devoção mais antiga a Nossa Senhora de Nazaré no Estado do Pará: o Círio de Vigia, nordeste paraense. A tradição mantida há 322 anos pela Igreja local traz o tema “Maria, modelo da Igreja que se aproxima, escuta e ilumina” inspirado na carta pastoral de Dom Carlos Verzeletti, Bispo de Castanhal (PA).

A carta pastoral de Dom Carlos apresenta a temática “Uma Igreja que se aproxima, escuta, ilumina, as famílias, os jovens, as periferias”. “Nosso tema se baseia na carta que esta por sua vez inspira-se na passagem do Evangelho de São Lucas. O trecho fala da experiência dos discípulos em Emaús (Lucas 24, 13-35) em que Jesus se fez presente. A partir desse momento queremos destacar a figura de Maria como modelo dessa atitude de aproximar-se, de escutar e de iluminar. Ela mostra-nos esta necessidade de estar próximo do outro, escutar as pessoas e iluminá-las com o Evangelho. Devemos ser essa Igreja em saída”.

Sobre a tradição tricentenária em Vigia de Nazaré, padre Carlos destaca, ainda, a grande alegria de promover a manutenção ano após ano da devoção à padroeira da Amazônia: “Nós temos um grande zelo pela continuidade desta devoção na região. Buscamos suscitar sempre, através de Maria, o compromisso de anunciar Cristo”.

Programação

A programação oficial iniciou na última quinta-feira, 5, com o encerramento das peregrinações. Nesta sexta-feira, 6, haverá, às 18h, Procissão Rodoviária com saída da Matriz e percurso até o Porto Salvo. Na manhã do dia 7, sábado, será realizada, após Santa Missa às 6h30, a Romaria Fluvial com saída do Porto Salvo em direção ao Trapiche Municipal, em seguida, às 11h, Moto Romaria.

Ainda no sábado, após nova Santa Missa às 18h na Igreja Matriz, Trasladação com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré até a Comunidade de São Sebastião. No domingo, 8, a partir das 6h, Santa Missa, presidida pelo Frei José Nazareno de Sousa Santos, na Comunidade de São Sebastião de saída do Círio em direção a Matriz. A celebração eucarística será televisionada ao vivo pela Rede Nazaré de Televisão.
Outros momentos constarão ainda neste programa da Festa em Vigia: Círio das Crianças; Romaria nas escolas, novenas e terços, além dos noitários. A programação estende-se até o recírio, na segunda-feira, 23 de setembro, com santa missa e procissão.

Círio mais antigo

Anterior ao Círio de Belém, a devoção a Nossa Senhora chegou à Vigia, vinda de Portugal, no século XVIII. O documento mais importante, citado pelo padre Serafim Leite (historiador da Companhia de Jesus). Com certeza, a devoção à Santa chegou à Vigia antes mesmo dos Jesuítas e, certamente, isto aconteceu no início de sua colonização através de Dom Jorge Gomes d’ Alamo (1616-1653), procedente da província de Algarve (Portugal), onde já se cultuava a Virgem de Nazaré. Vigia ganhava uma igreja de romeiros, a atual matriz.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade