DATA DE PUBLICAÇÃO: 26/03/2020
- Diminuir + Aumentar

Área Missionária do Perpétuo Socorro ganha mais uma capela

Foto: Divulgação.
 

No início desse mês a Arquidiocese de Belém, após um ano e três meses de construção, inaugurou no dia 7 de março a capela de Nossa Senhora Auxiliadora, integrante da Área Missionária de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro Canaã, em Marituba. A Santa Missa presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano, e concelebrada por Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar, a primeira, contou com grande participação da assembleia.

Com as Áreas Missionárias em expansão a Arquidiocese tem por objetivo alcançar pessoas e realidades que se encontram distante da Igreja, para ninguém se sentir excluído e conheça o amor de Deus. As áreas missionárias, explicou certa vez Dom Alberto em seu artigo semanal, são uma resposta missionária da Arquidiocese: “Estamos criando novas áreas missionárias espaços de mais intensa evangelização e acompanhamento pastoral”.

Para Dom Antônio o crescimento da Igreja nos novos territórios chamados áreas missionárias acontece de diversas formas, como por exemplo: fundação de comunidades e criação novas estruturas pastorais; o processo de formação de lideranças; investimento na formação de catequistas das próprias comunidades; FOTOS: DIVULGAÇÃO implantação das pastorais; promoção de atividades sociais, evitando o intimismo; promoção de movimentos, grupos, serviços eclesiais; e a promoção da cultura missionária, a dinâmica “Igreja em saída”.

“As áreas missionárias são a consequência da urgência de evangelizar. A Igreja tem a missão de evangelizar uma vez que é animada pelo Espírito Santo que a faz sensível, deve estar atenta aos novos desafios da sua missão e sempre avançar. Essa foi a ordem que Jesus deu a Pedro tentado pelo cansaço e desânimo: ‘avance para água mais profundas’! (Lc 5,4)”, afirma Dom Antônio.

Ele prossegue: “a área missionária é o útero de gestação de uma nova paróquia; uma nova paróquia em germinação desperta e alimenta a missionariedade da Arquidiocese estimulando a solidariedade das paróquias, sacerdotes, diáconos, religiosos, seminaristas, consagrados, leigos em geral.

Dinamismo eclesial No dia 6, Dom Alberto, manifestou a todos a alegria pelo autêntico dinamismo eclesial da comunidade da Área Missionária, onde há ministros e leigos comprometidos com as várias iniciativas pastorais. Como por exemplo, a Pastoral Catequética, Ministros de Eucaristia, Coroinhas, Movimentos do Terço das Mulheres e dos Homens e celebrações eucarísticas todos os domingos.

A Capela de médio porte com capacidade para abrigar até duzentos e cinquenta pessoas, dedicada a Nossa Senhora Auxiliadora. Na ocasião da bênção foi entronizada uma imagem da padroeira, que veio de Medelín, na Colômbia.

Idealizada por Dom Antônio de Assis e projetada pelo engenheiro Oswaldo Marques, que também acompanhou a obra voluntariamente, a Capela é fruto de um mutirão de solidariedade e generosidade de muitas pessoas que doaram recursos materiais e financeiros para a sua construção.

A capela foi dedicada a Nossa Senhora Auxiliadora e conta com uma maravilhosa imagem, em fibra de vidro, que veio de Medellín na Colômbia. Dom Antônio explica que o início da comunidade aconteceu com “uma capelinha coberta de lona e com poucas pessoas, mas a semente da evangelização germinou, cresceu e está produzindo bons frutos.”

Ele prossegue afirmando que “a animação da comunidade, do ponto de vista litúrgico e pastoral, tem contato com uma forte presença e contribuição das ex-alunas salesianas e também dos Salesianos cooperadores, bem como de outros de outras paróquias. Apesar de recente, a referida comunidade já conta com diversas atividades pastorais a saber: pastoral catequética, ministros de eucaristia, coroinhas, movimentos do Terço dos Homens, terço das mulheres e celebrações eucarísticas todos os domingos.”

A Área Missionária Nossa Senhora do Perpétuo Socorro conta atualmente com oito comunidades católicas. A saber: Nossa Senhora do Perpétuo Socorro; São Francisco; São Judas Tadeu; Nossa Senhora Auxiliadora; Mãe Rainha (sem capela); São Vicente (sem capela); Nossa Senhora das Graças (sem capela); e Santo Antônio (sem capela). No dia da inauguração, também, foi anunciada que a partir do mês de abril se iniciará um novo empreendimento, a construção da Capela Nossa Senhora das Graças no mesmo bairro. Todas as novas doações serão em prol da nova comunidade. 

 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade