DATA DE PUBLICAÇÃO: 21/09/2018
- Diminuir + Aumentar

Primeira coletiva do Círio 2018 foi realizada nesta sexta-feira, 21

 

Foto: Yêda Sousa - Ascom Basílica
Na manhã desta sexta-feira, 21, ocorreu a primeira coletiva oficial do Círio 2018, promovida pela Diretoria da Festa em conjunto com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (DIEESE-PA), no auditório Dom Vicente Zico, no Centro Social de Nazaré.
 
Na ocasião foram apresentados estudos do DIEESE-PA , que mostram que a cada ano a Festa fica mais cara, devido principalmente ao aumento de preços dos itens que influenciam direta ou indiretamente os itens de despesas. Para 2018, a estimativa da Diretora da Festa e do Departamento é que o Círio fique um pouco mais caro do que em relação ao ano anterior, chegando a cerca de R$ 3,851 milhões de reais com um crescimento de aproximadamente 3,51%  um pouco abaixo da inflação estimada para o mesmo período em 4,00%.
 
Ainda de acordo com os estudos do DIEESE-PA, a cada ano o número de romeiros e turistas vindos a Belém para o Círio só cresce. Para 2018, estima-se cerca de dois milhões de pessoas no domingo e nas outras doze romarias, incluindo a grande procissão, estima-se um número bem maior.
 
Segundo o Departamento, em termos de consumo, o Círio perde apenas para o Natal. Aproximadamente 80% dos paraenses tem o Círio de Nazaré como a sua maior festa.
 
Durante a coletiva foi reforçada a campanha “Não corte a corda”, realizada desde 2001, para sensibilizar os romeiros que acompanham as romarias na corda.
 
 
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade