DATA DE PUBLICAÇÃO: 28/04/2017
- Diminuir + Aumentar

55ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil

 
Na manhã desta sexta-feira, 28 de abril, os bispos que se encontram em Aparecida (SP), participando da 55ª. Assembleia Geral da CNBB estiveram presentes na celebração da Eucaristia no Santuário Nacional. A intenção principal da missa foi a vida e o trabalho dos bispos que já trabalharam como titulares ou auxiliares de Igrejas Particulares e hoje são eméritos.
 
O arcebispo emérito de Manaus, dom Luiz Soares Vieira, 80 anos, presidiu a celebração. Durante a homilia, ele lembrou o trecho do Evangelho proclamado hoje e que se refere ao conhecido milagre da multiplicação dos pães e disse que os discípulos de Jesus apresentaram uma situação de necessidade vivida pelo povo. Era tarde e uma multidão não tinha o que comer: “Humanamente falando, não havia saídas. O que era pouco tornou-se muito”.
 
Nesta passagem, afirmou dom Luiz:“Jesus se apresenta como pão descido do céu”. E lembrou que os bispos reunidos em assembleia geral tem um propósito sempre presente: “buscamos caminhos para a realização do Reino de Deus”.  E nessa busca, é preciso olhar para a realidade concreta da vida.“Hoje no Brasil, há muitas manifestações em defesa de direitos. Nos unimos a essas pessoas a partir da Eucaristia pedindo a Deus que haja paz, não haja violências”, afirmou.
 
“Vivemos uma época de crise. Há uma depressão econômica, corrupção”, constata o arcebispo emérito de Manaus. “A Igreja deve lutar pelos valores do Reino dos céus”. E acrescentou: “Nunca podemos sair de uma celebração da Eucaristia do mesmo tamanho que entramos”. E fez ainda um alerta geral citando uma outra passagem do Novo Testamento proclamada na liturgia desta sexta-feira na qual os apóstolos de Jesus são apresentados ao Sinédrio e Gamaliel, um sábio daquele tempo, corrige o juízo feito pela Corte a respeito dos apóstolos recomendando: “Cuidado para não vos pordes em luta contra Deus”.
 
Dom Luiz, sugerindo uma atualização dessa mensagem, disse: “Podemos mergulhar em soluções imediatistas e esquecer o futuro que se abre em desafios importantes”. E, já caminhando para a  conclusão da  homilia, lembrou a vida e a importância dos bispos eméritos: “Somos mais de 170. Vivemos uma fase de serenidade que nos dá oportunidades para outras atividades”. E lembrou, agradecido: “A melhor escola é a vida. Estamos felizes de ternos oferecido parte de nossas existências à Igreja”. Dom Luiz ainda se referiu aos bispos eméritos lembrando do valor do que chamou de “entardecer da vida” e recordou o salmo proclamado na missa: “O Senhor é minha luz e salvação. De quem eu terei medo?”.
 
No final da homilia, dom Luiz pediu a permissão à assembleia e voltou-se para a imagem de Nossa Senhora Aparecida colocada no alto do Santuário Nacional, e rezou: “Mãezinha querida, cuja imagem saiu do Rio Paraíba para ser um sinal que a Senhora está conosco. Pedimos pelo Papa Francisco que está indo hoje ao Egito onde cristãos foram assassinados por serem cristãos. Mãezinha: protegei o nosso Papa!”. E encerrou a oração pedindo à Nossa Senhora: “Que todos compreendam a importância do bispo emérito na Igreja do Brasil! Amém”.
 
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade