DATA DE PUBLICAÇÃO: 17/07/2019
- Diminuir + Aumentar

Missão da Vida Religiosa Consagrada será realizada no Arquipélago do Marajó

Fotos: Reprodução Facebook CRB Nacional.
 
Um grupo de 45 missionários, de diferentes estados do Brasil, está em Belém para participar da Missão da Vida Religiosa Consagrada, da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) em parceria com a Prelazia do Marajó, que acontece entre os dias 18 e 28 de julho, no Rio Tapajuru, localizado entre os municípios de Breves e Melgaço, no Arquipélago do Marajó.

Os missionários visitarão 40 comunidades, situadas as margens do Rio Tapajuru, região marcada pelo alto índice de exploração sexual de crianças e adolescentes. A missão visa despertar a mística das comunidades, o valor da vida e do ser humano, como explica Dom Evaristo Spengler, OFM, Bispo da Prelazia do Marajó, que atende a área e os municípios de Anajás, Afuá, Bagre, Chaves, Breves, Melgaço, Portel, Salvaterra e Soure.

 “A fé vai ter um desabrochar muito grande na vida dessas comunidades e das pessoas e ir buscando um novo objetivo de vida”, destacou Dom Evaristo. A ocasião também será destinada a escuta local para a busca de soluções.

Além da Igreja, a missão conta com a participação de outros organismos como a Universidade Federal do Pará (UFPA) e Cáritas do Regional Norte 2 para formar uma rede de proteção em torno das crianças e adolescentes locais, como ressaltou Dom Evaristo: “nós temos envolvidos juntos nessa missão, além dos religiosos da CRB, a Cáritas do Regional Norte 2, que esteve conosco na preparação e que estará conosco nesse momento. Eles vão fazer também um levantamento social das comunidades e das famílias para ajudar depois nessa busca de soluções sociais; a Universidade Federal do Pará está também nessa parceria, o campus de Breves, o curso de assistência social trabalha conosco. A proposta então é envolver a ação social do município, a promotoria do município. Fazer de fato uma rede que proteja aquelas crianças e adolescentes daquele rio, que hoje são os mais vulneráveis”.

O bispo da Prelazia do Marajó também lembra que a missão está de acordo com o pedido do Papa Francisco para uma Igreja presente e samaritana. O momento também converge como preparação para o Sínodo da Amazônia, que será realizado em outubro deste ano, e que reflete o tema “Novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia natural”.

Para Dom Evaristo, a realização da missão possibilitará enxergar as possíveis respostas e soluções para novos caminhos de evangelização da Igreja na Amazônia. “Então a missão vai nos ajudar a encontrar também esse caminho. Ele (Papa) diz ‘nós não queremos mais uma Igreja turista que anda com mala pronta e vai de um lugar para outro, mas uma Igreja que seja samaritana, solidária que conviva e seja presente na vida do povo’”, concluiu o bispo.
 
Missão realizada no Marajó em 2018.
 
A Conferência Nacional dos Religiosos do Brasil (CRB) promove a Missão da Vida Religiosa Consagrada em vários estados e localidades do país com o intuito de incentivar a congregação dos diferentes carismas e a presença missionária da Igreja.

A Missão já foi realizada em Santarém (2015), Macapá (2016 e 2017) e no Arquipélago do Marajó em 2017 e retorna este ano para um momento mais profundo, como explica a Irmã Jucélia de Jesus Silva, membro da coordenação da CRB Regional Norte 2: “A nível de CRB um dos objetivos de realizar essa missão é primeiro a intercongregacionalidade dos vários carismas, então não vem religiosos de um único carisma, mas vamos somar essa presença missionária dentro de uma localização, onde sentimos que precisamos ser presença, partilhar essa riqueza do carisma através desse período missionário que ela já realiza”.

Para Irmã Jucélia, o período missionário será uma continuação do trabalho iniciado em 2018. Este ano, a CRB conta com a parceria da Prelazia do Marajó, que fortalece e contribui para atender aos anseios locais. “Visa responder e realizar essa proposta missionária dentro da Prelazia, a partir dessa proposta, de que também como Igreja já realizou a missão no ano passado. Então a gente pretende continuar aquilo que já foi iniciado, mas de uma forma mais articulada e em comunhão com a Igreja local. Sendo essa presença de carisma e de Igreja a partir dos anseios locais”, explanou Ir. Silva.

Durante o período missionário, os participantes serão distribuídos em 17 grupos que vão visitar as 40 comunidades. Neste período, os missionários permanecerão, aproximadamente, uma semana com cada família para conhecer e vivenciar a realidade e o cotidiano de cada uma.

Leydiane Paes, pertencente à Congregação das Irmãs Escolares de Nossa Senhora, está entre os 45 missionários e chegou a capital paraense na última segunda-feira, 15. Ela nasceu em Tucumã, no sul do Estado do Pará, mas reside a 10 anos em Porto Alegre e participa pela primeira vez da missão.

“É o meu estado, mas é uma região que eu não conheço. É a primeira vez que eu estou vindo pra essa região aqui. Eu tenho muita expectativa de conhecer o local e mais que isso: me inteirar da realidade do meu povo também. Desses povos que moram aqui e poder colaborar trazendo essa perspectiva de um Jesus que vai ao encontro, de uma Igreja que vai ao encontro dos seus”, conta Leydiane sobre  a expectativa para o embarque e início das atividades.

Para Leydiane a missão não termina no Rio Tapajuru. Ela vai continuar em Porto Alegre como estudante de Teologia e participante de projetos sociais. “Eu quero levar um pouco dessa realidade e poder assim entusiasmar eles também para conhecer essa realidade e vir também colaborar com a minha gente e com o meu povo também. Então a minha idéia é assim de poder levar isso, poder compartilhar e que eles conheçam e se apaixonem com esse pedacinho do Brasil também”.

Preparação

Missionários do Rio Janeiro, São Paulo, Porto e outros estados estão chegando a capital paraense desde a última segunda-feira, 15, e de acordo com a Ir. Jucélia o grupo deve estar completo até o dia 17.

As atividades iniciam antes mesmo da chegada ao Rio Tajapuru. Na última terça-feira, 16, os missionários participaram da Missa de Envio, às 18h, na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, no bairro de Nazaré.

Nesta quarta-feira, 17, participam de um dia inteiro de formação, na casa da Prelazia do Marajó, localizada na Travessa Teófilo Conduru, no bairro de Canudos. Na ocasião os participantes receberão informações sobre o contexto social, religioso e político da região visitada com o Frei Atílio.

Os missionários também receberão dados e informações a cerca da exploração sexual de crianças e adolescentes no Marajó com formação da Irmã Henriqueta. A programação encerra às 18h.
No dia 18 de julho, às 8h, o grupo formado pelos 45 missionários embarca para a missão, no Porto Bom Jesus, situado na Avenida Bernardo Sayão, no bairro da Condor.

Entre os dias 9 e 13 de abril deste ano ocorreu a Pré-Missão da Vida Religiosa Consagrada com a participação de Dom Evaristo e representantes da Cáritas Regional para um primeiro contato com a região.
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade