DATA DE PUBLICAÇÃO: 03/04/2020
- Diminuir + Aumentar

Missa do Crisma nesta segunda-feira, dia 6

 

Foto: Arquivo FNC -Luiz Estumano.
 
A Missa do Crisma tradicionalmente realizada na Quinta-feira Santa, este ano será celebrada na segunda-feira (06) às 8h30, na Catedral Metropolitana, com a presidência do Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa e concelebrada pelo Bispo Auxiliar, Dom Antônio de Assis Ribeiro e clero  Arquidiocesano. A celebração não terá a participação dos fiéis e os sacerdotes em situação de risco estão dispensados. 
 
Na celebração do Crisma ocorrem dois momentos importantes, a renovação dos compromissos sacerdotais e a bênção dos Santos Óleos, por isso a Santa Missa é conhecida também como Missa dos Santos Óleos. 

Renovação dos compromissos sacerdotais
 
É o momento no qual os padres reafirmam, perante o arcebispo e assembleia, os seus compromissos sacerdotais. Também nesta celebração os fiéis (desta vez de suas casas) professam o compromisso de rezar pelo clero, especialmente por seu arcebispo, por isso esta celebração também é chamada de Missa da Unidade da Igreja. 
 
Neste dia, pela manhã, não há nenhuma outra celebração na arquidiocese, o que reforça mais ainda o aspecto da unidade e da comunhão da Igreja, onde em uma única missa todos estão presentes em torno do mistério pascal de Cristo, constituindo um momento forte de comunhão eclesial. 
 
Santos Óleos 
 
Na celebração é abençoados os Óleos dos Catecúmenos e dos Enfermos e consagrado o Óleo do Santo Crisma. Os óleos serão utilizados em todas as paróquias durante o ano litúrgico para os sacramentos do Batismo, Crisma, Ordem e Unção dos Enfermos. 
 
O Óleo dos Catecúmenos são destinados aos que serão batizados, o primeiro sacramento da iniciação cristã, a porta da fé; para os enfermos e necessitados de saúde usar-se-á o Óleo dos Enfermos (Unção dos Enfermos). A utilização deste traz o conforto e a força do Espírito Santo para o doente no momento de seu sofrimento. O doente é ungido na fronte e na palma das mãos; Óleo do Santo Crisma é usado para os Sacramentos da Crisma e da Ordem, bem como na unção do batismo, que unge-se na fronte; na Confirmação (Crisma) é o símbolo principal da consagração, também na fronte; depois da Ordenação Episcopal, sobre a cabeça do novo bispo; depois da ordenação sacerdotal, na palma das mãos do néo-sacerdote.
 
Participe em casa com sua família da Missa do Crisma, às 8h30, com transmissão pelos veículos de comunicação da Rede Nazaré e nossas redes sociais: Facebook:/FNCBelem e Youtube:/FNComunicacao.
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade