DATA DE PUBLICAÇÃO: 20/04/2020
- Diminuir + Aumentar

Igreja Doméstica

 

Foto: Reprodução Google.
 
A Irmã Marília Menezes fez uma reflexão em forma de poema sobre o isolamento social que estamos vivendo em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Em seus versos ela destaca o cuidado e a importância da Igreja doméstica. Confira a seguir.
 
IGREJA  DOMÉSTICA                                               (Marília Menezes)

Nesta grande pandemia, /As igrejas se fecharam.
Mas nossos Bispos e Padres/ A todos estimularam: Temos a Igreja doméstica
Não podemos esquecer
Cada casa, rica ou pobre,
Uma Igreja pode ser !
E neste tempo Pascal,
Voltamos ao  Santuário :
Uma cruz, Nossa Senhora,
Flores, velas, o Rosário.
 
O Oratório – rico ou tosco,
Ganhou vigor. novas vidas:
Pais, avós, crianças, jovens,
lembrando histórias queridas.
E os Santos, tão estimados,
São como parte da gente 
Lembranças, cartões, santinhos...
Passado se faz presente.
 
 O televisor não falta:
A  oração inspira  Fé.
Quem melhor pode ajudar-nos ?
A FUNDAÇÃO NAZARÉ !
E nossa Igreja doméstica
numa  sala  se ajuntou :
--- vamos cantar e rezar
pois Cristo ressuscitou.
 
A Santa Missa querida
Em uma Igreja vazia
Continua a nos falar
De piedade e profecia.
Famílias no isolamento,
Ou presas na quarentena,
Mesmo afastadas,  se encontram,
E  rezam sua “novena”
 
Doutrina antiga,  mas nova
Veio se re-implantar:
“Somos Igreja doméstica: 
Quão sagrado é o nosso lar!”
 
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade