DATA DE PUBLICAÇÃO: 19/05/2020
- Diminuir + Aumentar

Dia de Santa Rita de Cássia na Arquidiocese de Belém

 

Foto: Reprodução Facebook.
 
No calendário da Igreja o dia 22 de maio é dedicado a Santa Rita Cássia, conhecida como a intercessora das causas impossíveis e paróquias da Arquidiocese de Belém promovem programações online para saudar a padroeira.
 
A Paróquia São José de Queluz, situado no bairro do Canudos, em Belém, está realizando uma novena diária, às 18h, em suas mídias sociais, em honra à padroeira. Acesse aqui e acompanhe.
 
E no dia 22 de maio (sexta-feira) ocorrerão celebrações eucarísticas em dois horários: 7h e 19h também pela página no Facebook da Paróquia São José de Queluz.

Ananindeua
 
A Paróquia Santa Rita de Cássia, localizada em Ananindeua, também faz programação especial online para a padroeira com Santa Missa às 8h em intenção de todas as mães e esposas. E às 9h30 ocorre o traslado da Imagem de Santa Rita de Cássia por algumas ruas próximas a paróquia e às 12h terá celebração eucarística em intenção a todas as viúvas e religiosas.
 
Pela parte da tarde, às 16h, será realizado o terço de Santa Rita em intenção  das almas dos irmãos falecidos vítimas do novo coronavírus (COVID-19).
 
Ainda, às 17h, iniciam as vésperas solenes em memória da padroeira pela recuperação de todo os enfermos do COVID-19. A programação encerra às 19h com Missa Solene com intenção a paróquia e suas atividades e grupos.
 
Toda a festividade será realizada por meio de transmissão online ao vivo pelas redes sociais da paróquia.
Icoaraci
 
A Paróquia São João Batista e Nossa Senhora da Graças também organiza festividade em homenagem a intercessora das causas impossíveis. A programação inicia nesta terça-feira, 19, com Tríduo, às 19h, somente com transmissão pelas redes sociais da paróquia. Participe aqui.
 
E na data dedicada a Santa Rita, 22 de maio, às 19h, haverá transmissão da Santa Missa pela página da paróquia no Facebook e pelo canal no Youtube.
 
História
 
Santa Rita de Cássia nasceu no ano de 1381, na cidade de Cássia, na Itália. Seu maior desejo era consagrar-se à vida religiosa, mas foi entregue em matrimônio para Paulo Ferdinando.
 
O casal teve dois filhos e desde sempre Santa Rita buscou educa-los na fé e no amor, entretanto eles buscaram seguir o exemplo do pai, que após o casamento apresentou um comportamento diferente e agressivo do anterior.
Santa Rita sempre em oração pedindo e intercedendo pela vida de seus filhos. Seu marido foi assassinado e ela sofreu bastante e descobriu que seus filhos desejam vingar a morte do pai. Ela intensificou suas orações e pediu que Deus levasse os filhos para que eles não cometessem um pecado maior. E pouco tempo depois os rapazes morreram.
 
Sem seus filhos e marido Santa Rita de Cássia se entregou à vida de oração, penitência e obras de caridade e tentou ser admitida no convento Agostiniano em Cássia, mas foi recusada no início. Ela continuou rezando e pediu a intercessão de seus três santos patronos São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolas Tolentino e pela graça de Deus foi aceita no convento no ano de 1441.
 
A santa viveu os impossíveis de sua vida se refugiando no Senhor. Ela recebeu um estigma na testa, que a fez sofrer muito pela humilhação que sentia, pois não cheirava bem e incomodava as pessoas e por isso teve que viver resguardada.
 
Santa Rita de Cássia faleceu em 22 de maio de 1457, aos 76 anos, após uma enfermidade que a fez padecer por quatro anos. Hoje ela é conhecida por interceder pelos impossíveis da vida dos fiéis como a “Santa dos Impossíveis”.
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade