DATA DE PUBLICAÇÃO: 03/10/2019
- Diminuir + Aumentar

Santa Missa da abertura oficial ao Círio de Nazaré na terça-feira, 8

Foto: Divulgação.
 
A Quadra Nazarena aproxima-se e nestes dias fiéis irão viver fortes momentos de fé e de devoção mariana. O ponto de partida de toda festividade é a celebração eucarística de abertura e, a da Festa de Nazaré será na próxima terça-feira, 8, sob presidência de Dom Fernando José Guimarães, CSsR, Arcebispo Militar do Brasil, na Basílica Santuário. A Santa Missa será seguida de cerimônia com autoridades civis e eclesiais na Casa de Plácido, no Centro Social de Nazaré.

A edição 227 do Círio de Nazaré, cujo tema “Maria Mãe da Igreja”, tem como inspiração o ano em que a Igreja de Belém celebra seu Jubileu pelos 300 anos da criação da Diocese de Santa Maria de Belém, com uma identidade mariana e missionária. A temática aproveita o ensejo, ainda, para destacar o Sínodo especial sobre a Amazônia, em Roma, Itália, a ser realizado nos dias 6 a 27 deste mês.

Celebrantes

Aliás, em virtude do Sínodo convocado pelo Papa Francisco, Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano, junto de Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro, bispos auxiliares, não participarão da Festa de Nazaré, e outros sacerdotes conduzirão os momentos da quadra nazarena como missa de apresentação do manto, saída do traslado, traslado, romarias, trasladação e a grande procissão do segundo domingo de outubro.

Dom Fernando, celebrante da missa de abertura da Festa de Nazaré, é também detentor das patentes de General do Exército, Brigadeiro da Aeronáutica e Almirante da Marinha.

Acendimento dos arcos e coquetel

Após a missa, o clero, Diretoria da Festa, representantes do Estado e do município, patrocinadores e apoiadores oficiais do Círio, e demais convidados, participam do acendimento das luzes dos tradicionais arcos de Nazaré e da fachada da Basílica. Em seguida, na Casa de Plácido, haverá o coquetel onde são feitas homenagens com a entrega de diplomas de reconhecimento e divulgação dos ganhadores do concurso de redação do Círio.

Economia

O Círio de Nazaré, segundo estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, (Dieese) movimenta quase todos os setores produtivos da economia paraense, principalmente o de serviço, o comércio, a agropecuária e a indústria. Dentro do setor “Serviço” destaca-se as atividades ligadas ao turismo em todas as suas vertentes, como o turismo receptivo e eventos, e o turismo de negócios.

Com isso, além de evangelizar, o Círio de Nazaré também funciona como um grande propulsor da economia no Estado gerando emprego e renda. No caso especifico do emprego, a estimativa é a de que cerca de 60 mil pessoas estajam ocupadas, a grande maioria com ocupações informais.

Na questão de fluxo de turistas espera-se 83 mil visitantes, que irão gastar aproximadamente R$ 120 milhões de reais. Quanto aos impactos globais, é de que com o efeito Círio deste ano sejam injetados na economia paraense cerca de um bilhão de reais.
 



2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade