DATA DE PUBLICAÇÃO: 09/07/2020
- Diminuir + Aumentar

Projeto da Caritas Belém garante água potável para comunidade do Baixo Acará

Foto: Divulgação. 
 
Equipes da Caritas Belém e da Pastoral das Ilhas, visitaram no sábado, dia 4, a Comunidade de Nossa Senhora de Nazaré, localizada às margens do rio Genipaúba, região das ilhas no Baixo Acará, para a implantação do Projeto Hidráulico Ambiental e Social da foz do rio Genipaúba. O projeto faz parte de um gesto concreto do Dia Mundial dos Pobres 2019 que em sua programação discutiu a necessidade da implementação de políticas públicas para diversas áreas.
 
Na visita estavam na equipe o diácono Gilmar Lobato, da Pastoral das Ilhas, engenheiro Elierson Costa, diácono Edward Martins de Aquino e o diácono Raimundo Nonato, representando a Caritas Belém. A visita ao local teve por objetivo possibilitar o melhor acesso à água potável, através da ampliação ou melhoria do sistema de captação hidráulica e, ainda estabelecer formas para educação e saneamento ambiental, com a participação da comunidade e parceiros, com o propósito de melhorar a qualidade de vida naquela comunidade.
 
Objetivo da visita da equipe de técnicoe da Cáritas Belém foi avaliar a localidade para  melhor acesso da comunidade à água potável
 
Entre as atividades previstas para ser realizadas na comunidades a partir do projeto estão a melhoria e ampliação de unidades de poço artesiano, sensibilização e educação ambiental, saneamento ambiental: tratamento ou aproveitamento de resíduos sólidos; e iniciativas de economia popular solidária sustentáveis.
São parceiros nessa realização a Arquidiocese de Belém, Caritas Belém, apoiados pela Pastoral Ambiental, Funasa, Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda do Pará (Seaster) e Prefeitura do Acará. 
 
Gesto concreto 
 
Como já especificado, o projeto realizado na foz do Rio Genipaúba trata-se de um gesto concreto e retoma a agenda do III Dia Mundial dos Pobres, celebrado em 2019 pela Arquidiocese de Belém, com a coordenação da Caritas Belém. Na programação do dia houve o seminário sobre políticas públicas realizado dia 28 de setembro do ano passado teve como tema “Inclusão Social, Qualidade de Vida e Sociedade do Bem Viver”.
 
Na ocasião, Padre Bruno Sechi, já falecido, representante da Arquidiocese de Belém reiterou o compromisso da mesma para que se concretizar o desafio cristão de que todos tenham vida: “a fé só é verdadeira se for encarnada na vida do povo”.
 
Na programação do evento uma das exposições foi “Saneamento e saúde pública ambientalmente sustentáveis”, tendo como participantes Eládio Carvalho, representante da Funasa e Fernando Maia, mestre em Meio Ambiente.
 
O representante da Funasa focou a discussão da política pública que visa atender a população através da garantia do saneamento. Para isso, destacou a contribuição e a atribuição da Funasa nesse processo, com destaque a legislação condizente, os artigos 196 e 225 da Constituição Federal em vigor.
 
Ilha recebeu a visita de técnicos no dia 4 de julho
 
Na sequência, fez destaque a importância da água potável para a qualidade de vida e a atenção desse bem como direito de todos como sendo ainda um dever. Também, deu ênfase à ação do homem sobre o meio ambiente, em particular os prejuízos causados aos mananciais, extraindo ainda mais a falta de água potável para todos, em especial nas comunidades rurais.
 
Outra exposição “Inclusão Social, Qualidade de Vida e a Sociedade do Bem Viver”, teve como participantes o professor Edson Antunes e Miriquinho Batista representantes da Seaster. O professor Edson, expôs alguns pontos pertinentes, referente à temática, entre os quais a regulação do trabalho alternativo da economia solidária e criação de emprego e renda resultantes da organização e mobilização dos movimentos sociais da década de 80 do século XX, no contexto da sociedade brasileira.
 



2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade