- Diminuir + Aumentar

Colunista José Ramos

  PEÇAMOS GRAÇAS AO SENHOR


Iniciamos o mês de outubro pedindo a Sta. Teresinha, uma “Chuva de Rosas” para o nosso Brasil e para mundo.

Nesta era em que os governantes das Nações, parecem ter esquecido de Deus, formalizam Leis humanas de acordo com os seus interesses políticos, econômicos e ideológicos.
Quando Deus enviou seu divino Filho ao nosso planeta Terra, já era assim. O povo de “Cabeça Dura” que havia rejeitado os Profetas rejeitou também o “Filho do Homem”.

A humanidade, usando da inteligência que Deus lhe deu, desenvolveu a ciência, as técnicas, as comunicações e os transportes, mas não mudou o coração. Grande parte dos dirigentes e governantes continuam egoístas, ambiciosos, invejosos, corruptos. Os que possuem muitos bens, exploram os que pouco têm.
 
A nossa Igreja Católica, permanece amparando os que têm Fé no Pai Eterno. Além das Graças que pedimos a Sta. Teresinha, neste mês de Outubro imploramos a intercessão de Maria, a Mãe de Jesus, padroeira do Brasil (N. S. Aparecida), a Rainha de Amazônia (N. S. Nazaré), de N. S. do Rosário, expressões do louvor e do amor do povo Católico do Brasil. Dos Santos Francisco de Assis, São Benedito, o Evangelista São Lucas, São João Paulo II, Sta. Teresa de Ávila, Sto. Antônio Maria Galvão e a nossa nova Santinha Irmã Dulce.

Peçamos a estes intercessores que inspirem os Bispos de toda a Amazônia, que estão reunidos no Vaticano com o Papa Francisco, no Sínodo da Amazônia, procurando caminhos mais eficientes para o desenvolvimento espiritual e material povo da nossa região. O respeito às populações indígenas e suas culturas, e à exploração racional da floresta.

Estamos comemorando o tricentenário da fundação da Diocese de Belém, que na época compreendia toda a Amazônia brasileira. Nada melhor que esse Sínodo, para a avaliação da história eclesiástica na região.
 

2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade