DATA DE PUBLICAÇÃO: 10/01/2019
- Diminuir + Aumentar

Dom Irineu: 29 anos de ordenação sacerdotal

Foto: Luiz Estumano.
 
O bispo auxiliar Dom Irineu Roman completou, em 1° de janeiro, 29 anos de ordenação sacerdotal. Em Belém, a data foi celebrada com missa na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, presidida pelo próprio bispo com a presença de centenas de fiéis. 
 
Dos 29 anos de vida sacerdotal, 20 estão sendo dedicados à Arquidiocese de Belém. Seu depoimento: “Já dediquei duas décadas de minha vida religiosa, sacerdotal e episcopal, à Arquidiocese de Belém. Isso é muito gratificante. Posso dizer que me sinto paraense em boa parte de minha vida, identificado com a Igreja, com o povo, com a cultura, enfim, com toda a Amazônia. Deus quis assim, portanto, agradeço e dou graças, pelo trabalho desenvolvido e pelos frutos conquistados. Nossa Senhora de Nazaré foi também quem me segurou por aqui durante tanto tempo”.
 
Em 1990, Dom Irineu foi ordenado sacerdote em sua cidade natal, pela imposição das mãos de Dom Paulo Moreto, na Paróquia São José, em Vista Alegre do Prata, Rio Grande do Sul. Segundo ele, a vocação sacerdotal é um dom e encoraja os jovens à vida sacerdotal: “A vocação sacerdotal é um dom de Deus a serviço da Igreja e do povo. Sinto-me feliz em poder cumprir minha missão, respondendo com amor e fidelidade à vocação pela qual Deus me chamou. Peço a Deus que me acompanhe e abençoe meu ministério a fim de que eu continue com empenho, sabedoria e saúde a exercer este importante serviço presbiteral e episcopal na Igreja. Também quero dizer uma palavra de ânimo aos jovens de hoje que sentem o chamado de Deus: vale a pena assumir esse ideal da vocação sacerdotal. Caso sintam o chamado, não tenham medo de responder positivamente. É bom ser padre para servir a Deus, à Igreja e aos irmãos”.
 
Trajetória
 
Dom Irineu Roman é natural de Vista Alegre do Prata, no Estado do Rio Grande do Sul, nasceu  em 10 de agosto de 1958. Recebeu o Batismo, 1° Comunhão e Crisma na Paróquia São José, em sua cidade natal. Em 1973, teve início a caminhada junto à Igreja. Em 1988, fez votos Perpétuos na Congregação de São José - Josefinos de Murialdo e, em 1989, a ordenação diaconal, no Santuário São José de Murialdo, em Porto Alegre (RS).
 
No dia 1° de janeiro de 1990, na Paróquia São José, em Vista Alegre do Prata (RS), foi ordenado sacerdote da Congregação de São José - Josefinos de Murialdo - pela imposição das mãos de Dom Paulo Moreto. Exerceu o cargo de professor, ecônomo e vigário paroquial de 1990 a 1991. Formador de seminaristas, no Seminário Menor em Fazenda Sousa, em Caxias do Sul (RS). 
 
De 1992 a 1994 foi formador no Seminário de Vocações adultas de 2° Grau, em Ana Rech. Desde então até o ano de 1998 foi formador dos seminaristas e professor no Colégio Murialdo e vigário paroquial na Paróquia Santa Rita de Cássia, em Planaltina (DF). No ano seguinte exerceu estudos de pós-graduação em missiologia em São Paulo. Em 15 de julho de 1999 o então padre Irineu Roman chegou a Belém do Pará, para assumir a Paróquia de Santa Edwiges em 17 de outubro do mesmo ano, até 2014. Também em Belém exerceu atividades de vice-diretor, ecônomo e diretor da comunidade religiosa dos Josefinos de Murialdo.
 
Atuou até 31 de dezembro de 2013 no cargo de membro do Conselho Presbiteral e Vigário Episcopal da Região São João Batista. Também participou de forma permanente de cursos, momentos de espiritualidade, retiros mensais e anuais, até ser nomeado Bispo Auxiliar de Belém do Pará no dia 8 de janeiro de 2014, pelo Papa Francisco. Ordenado no dia 19 de março do mesmo ano, pela imposição das mãos de Dom Alberto Taveira Corrêa, em Vista Alegre do Prata (RS). Seu lema episcopal: “Vim para servir”.
 
Atualmente é Bispo Referencial da Pastoral do Turismo e membro da Comissão da Juventude na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), secretário Regional da CNBB Norte II e coordenador da Pastoral das Ilhas na Arquidiocese de Belém. 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade