DATA DE PUBLICAÇÃO: 30/05/2019
- Diminuir + Aumentar

Arquidiocese cria Região Episcopal Nossa Senhora do Ó

Foto: Divulgação.
 

No último domingo, 26, a Arquidiocese de Belém instalou a oitava Região Episcopal. A cerimônia foi marcada com a Santa Missa, presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo de Belém, na Matriz da paróquia de Nossa Senhora do Ó, no Mosqueiro, distrito de Belém.


A instalação das regiões episcopais é uma necessidade pastoral para facilitar a administração dos bispos e dinamizar a evangelização e o trabalho missionário. Desta forma permite que padres, diáconos, religiosos e religiosas, leigos e leigas, façam o trabalho de evangelização e formação, favorecendo o atendimento de todo o território da Arquidiocese de Belém, aproximando cada vez mais a Igreja do seu povo.


A nova região recebe o título de Nossa Senhora do Ó e atenderá o distrito de Mosqueiro e os municípios de Benevides e Santa Bárbara, ficando com as paróquias de e Nossa Senhora do Ó, Nossa Senhora da Conceição (Benfica), Santa Rosa de Lima, Nossa Senhora do Carmo, Santa Bárbara, São Pedro Pescador, Nossa Senhora da Conceição (Mosqueiro) e Área Missionária São Francisco do Murinim.


A Região Nossa Senhora do Ó foi desmembrada da Região Episcopal Menino Deus, devido ao grande crescimento da população e instalação de novas paróquias, surgindo assim a necessidade de dividi-la para facilitar o trabalho missionário.


A Região Episcopal Menino Deus, uma das três mais antigas da Arquidiocese, é desmembrada pela segunda vez. A primeira foi em 2005 para criação da Região São Vicente de Paulo e agora para criação da Região Nossa Senhora do Ó. Nesta ocasião, o padre Ederaldo da Mata Silveira assume como Vigário Episcopal da Região Menino Deus e o padre Hélio Fronczack como o primeiro Vigário Episcopal da nova Região.
Com o desmembramento, a região Menino Deus continuará a abranger Marituba e Ananindeua, e fica reduzida de 20 para 12 paróquias.


As Regiões Episcopais na Arquidiocese de Belém foram criadas em 1991, por Dom Vicente Joaquim Zico, oitavo Arcebispo de Belém (1990-2004). Com a criação de outras dioceses, como Castanhal e Bragança, a área atendida pela Arquidiocese de Belém reduziu-se às regiões Menino Deus, Santa Cruz e Sant’Ana. A partir dessas, foram criadas a de Santa Maria Goretti, a de São João Batista, a de São Vicente e a do Coração Eucarístico de Jesus.


As Regiões Episcopais abrangem os municípios de Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara, fazendo limite com as Dioceses de Abaetetuba, Castanhal, Ponta de Pedras e a Prelazia do Marajó.

 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade