DATA DE PUBLICAÇÃO: 31/05/2020
- Diminuir + Aumentar

Conheça o Cartaz Oficial do Círio 2020

 

Foto do cartaz: Oswaldo Forte.
 
 
Na noite deste domingo, 31 de maio, em Santa Missa presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém, na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, de portas fechadas ao público, transmitida de forma virtual, os fiéis conheceram o Cartaz do Círio de Nazaré de 2020.
 
O cartaz do Círio 2020 apresenta elementos que refletem o tema deste ano “Ave, cheia de graça!”.  A presença das flores proclama a beleza interior e exterior de Maria.  A Berlinda em torno da Virgem de Nazaré representa a sua casa, onde ela passa pelas ruas no mês de outubro, como descreve o Arcebispo de Belém.

Confira a seguir o descritivo do Cartaz do Círio 2020:
 
“Aparecem as flores no campo. Levanta-te, minha amada, minha bela, e vem! Mostra-me o teu rosto e a tua voz ressoe aos meus ouvidos, pois a tua voz é suave e o teu rosto é lindo!”  (Cf. Ct 2,12-14).
 
Deus preparou com amor, em previsão dos méritos de Cristo, aquela que devia ser a Mãe do Redentor, fazendo-a Imaculada (Cf. Lc 1,28), toda pura, cheia de graça! Em torno dela tudo se torna mais belo e melhor!
 
O cartaz do Círio de Nazaré 2020 nos remete à esplêndida luminosidade que brota daquela que é imaculada. Em torno de Maria as flores proclamam a beleza interior e exterior de Maria. A ela, Mãe e Modelo da Igreja, aplicam-se também as palavras do Apocalipse: “Apareceu no céu um grande sinal: uma mulher vestida com o sol, tendo a lua debaixo dos pés e, sobre a cabeça, uma coroa de doze estrelas” (Ap 12,1). 
Entretanto, aquela que “passou na nossa frente” e já chegou, pela bondade de Deus, permanece também aqui conosco, na graça do Círio de Nazaré. Sua “casa”, a Berlinda, na qual Maria passa pelas nossas ruas e entra em nosso coração no mês de outubro, no cartaz que hoje apresentamos, está circundada de Anjos que oferecem flores e a transformam num belo caramanchão. 
 
O caramanchão está quase transparente, pois na casa da Imaculada são acolhidos todos aqueles que acreditam que “Deus nos escolheu, antes da fundação do mundo, para sermos santos e imaculados diante dele, no amor. Conforme o desígnio benevolente de sua vontade, ele nos predestinou à adoção como filhos, por obra de Jesus Cristo, para o louvor de sua graça gloriosa, com que nos agraciou no seu bem-amado” (Ef 1,4-6).
 
Dom Alberto Taveira Corrêa
Arcebispo de Belém do Pará
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade