DATA DE PUBLICAÇÃO: 20/09/2018
- Diminuir + Aumentar

Igreja vive preparação para o Sínodo dos Jovens

Foto: Luiz Estumano
 
A Igreja vive os preparativos finais para a realização do Sínodo dos Bispos dedicado aos jovens, que ocorre entre os dias 3 e 28 de outubro, no Vaticano. As discussões e propostas do encontro vão girar em torno do tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.
 
Os jovens da capital são representados pelo Setor Juventude da Arquidiocese de Belém, iniciado em 1º de janeiro de 2013. É um espaço que convoca, articula e propõe orientações para evangelizar a juventude com respeito ao protagonismo juvenil, a diversidade de carismas, a organização e a espiritualidade para a união de forças em torno de metas e prioridades em comuns conforme o Documento 85 “Evangelização da Juventude”.
 
O Setor desde a sua formação realiza atividades como a Jornada Diocesana da Juventude, Dia Nacional da Juventude e Semana Missionária. Com a chegada de Dom Antônio de Assis Ribeiro, então designado Bispo Auxiliar de Belém, os jovens de Belém ganharam um novo ânimo. 
 
Em um primeiro contato, Dom Antônio se reuniu com as lideranças para conhecer e compreender de forma detalhada o anseio dos jovens. Os passos seguintes foram a realização de eventos, projetos e ações litúrgicas para mostrar o cuidado que a Igreja deve ter com a juventude de modo geral.
 
No decorrer de 2018 o grupo vem promovendo diversas atividades como desdobramentos da Assembléia Pastoral do Setor Juventude e do Projeto Educativo-Pastoral. Confira aqui um retrospecto das ações realizadas este ano.
 
A temática do sínodo 2018 foi discutida em encontros com os jovens refletindo sobre a vocação e o sentido da Vida. Em entrevista ao jornal Voz de Nazaré, o Bispo Auxiliar destacou a preparação para a assembléia dos Bispos e relembrou o caminho percorrido com a juventude até o momento atual. Confira na íntegra a entrevista: 
 
Em sua chegada, o que o senhor detectou sobre os jovens, adolescentes e crianças da Arquidiocese de Belém?
 
R: Percebi muitos jovens em nossas comunidades, encontrei um grande anseio por mais atenção pastoral, vi que havia também muita inquietude, detectei a necessidade de um plano pastoral voltado especialmente para os jovens; sobretudo, vi muita abertura para um caminho.
 
Nesse primeiro momento, quais foram os encaminhamentos dados? Quais as providências tinham que ser tomadas?
 
R: Escutar os jovens; Iniciar um processo de reflexão com eles em vista da elaboração de um projeto; Realizamos diversos encontros e uma grande Assembleia. Era necessário marcar um rumo para onde deveríamos caminhar.
 
Vemos que diversas realizações aconteceram no último ano, o plano educativo, a inauguração do centro juvenil, o projeto de leitura orante, tudo isso prepara o terreno fértil para a Igreja de Belém do futuro, qual sua opinião sobre este novo momento que a juventude vive?
 
R: Antes de tudo é uma resposta positiva dos jovens, eles querem ser orientados e estão disponíveis para isso significa que houve envolvimento e manifestação de protagonismo juvenil. Estamos vivendo um momento novo marcado pela atenção ao acompanhamento, mediado por um projeto específico, e que dá espaço ao protagonismo juvenil.
 
Como o senhor acha que a Juventude de Belém deve acompanhar esse sínodo dos bispos? Quais suas orientações?
 
R: Antes de tudo acompanhando as reflexões; demos atenção especial ao tema do sínodo no retiro para as lideranças juvenis que aconteceu no mês de julho, de 05-08. No qual nós refletimos sobre vocação e o sentido da Vida. Por outro lado cada expressão Juvenil, de acordo com os carismas, tem promovido diversos eventos em sintonia com o tema do sínodo.
 
Você pode acompanhar o panorama detalhado da Juventude da Arquidiocese de Belém no Jornal Voz de Nazaré, acessando aqui ou adquirindo a edição física nas paróquias ou na Fundação Nazaré.
 
Caminho Pré-sinodal
 
A preparação para o Sínodo dos Jovens vem sendo realizada desde novembro de 2017, quando foi anunciada oficialmente a data do Encontro. Desde então vem ocorrendo uma intensa preparação, chamado Caminho Pré-Sinodal, com a elaboração de questionários e documentos, participação dos jovens pela internet e reuniões para compreender o que a juventude espera da Igreja.
 
Em março deste ano ocorreu a reunião Pré-Sinodal, convocada pelo Papa Francisco, com a participação de cerca de 300 jovens dos cinco continentes, inclusive com a presença de vários brasileiros representando diferentes dioceses e movimentos.
 
 Ao final da reunião foi elaborado o documento intitulado “Instrumentum laboris” (acesse aqui o documento na íntegra) com o objetivo de converter a escuta de todos os componentes da Igreja e oferecer chaves de leitura da realidade da juventude mundial com base em diferentes fontes, dentre elas um questionário online com respostas de mais de 100 mil jovens.
 
O documento é estruturado em três partes: reconhecer, interpretar e escolher. E articulado em sete palavras chave: escuta, acompanhamento, conversão, discernimento, desafios, vocação e santidade.
 
 
 
 
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade