DATA DE PUBLICAÇÃO: 28/11/2018
- Diminuir + Aumentar

“Belém, Casa do Pão” tem grande mobilização nas paróquias

Foto: Divulgação.
 
Promover a solidariedade e garantir um natal digno a famílias carentes. Estes são os objetivos da campanha de final de ano “Belém, a Casa do Pão”, promovida pela Arquidiocese de Belém, com a coordenação da Caritas Belém, e a distribuição de cestas básicas. Com o tema “Na casa do pão, pão para todos”, a ação inicia-se meses antes ao da distribuição dos alimentos, este ano marcada para o dia 23 de dezembro, com a mobilização da maioria das paróquias da Arquidiocese.
 
“Belém, a Casa do Pão” é uma campanha coletiva, que até 2010 era realizada de forma particular em cada paróquia. Após aquele ano, por decisão de Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano, a Caritas centralizou as atividades. A entidade define duas datas importantes para a campanha: o dia A, para arrecadação das equipes nas ruas e o dia D, para distribuição das cestas. 
 
Para atingir suas metas estabelecidas, baseadas no número de famílias cadastradas no sistema informatizado que a Caritas disponibiliza, as paróquias iniciam, meses antes, a arrecadação, congregando movimentos, grupos, pastorais e, principalmente, as comunidades que compõem a paróquia. 
 
Dessa forma, este ano, foi a Paróquia de São Sebastião, situada no bairro da Sacramenta, em Belém, que a iniciou em setembro nas suas 36 comunidades. De acordo com Nazaré Nepomuceno, coordenadora da campanha em São Sebastião, cada comunidade é responsável por um alimento, assim, dinamizando a arrecadação, cuja meta são 800 cestas básicas:
 
“Nossa arrecadação inicia-se com as peregrinações de Nossa Senhora, quando as equipes, com o apoio de um veículo, saem às ruas solicitando alimento nas casas do bairro. Temos também o apoio de uma rede de supermercados com uma equipe angariando alimentos das pessoas sensibilizadas com a causa.” 
 
Segundo ela, todo esforço é recompensado quando chega o momento da distribuição: “Nos enchemos de um sentimento de gratidão. Gratidão por poder participar do natal dessas famílias. Mostrar para elas que não foram esquecidas. Por isso que iniciamos cedo a mobilização, contando com o apoio do padre Pedro Diocrésio, nosso pároco, para dar conta das nossas metas.”
 
O sentimento da solidariedade é o que de fato movimenta a realização de “Belém, a Casa do Pão”. Na Paróquia de Nossa Senhora Mãe da Divina Providência, em Val de Cans, a organização atentou para a festividade como forma de impulsionar a campanha. Na caminhada e corrida, eventos do festejo, as inscrições eram efetivadas com 1kg de alimento, o que resultou em 150 kg arrecadados.
 
Com meta de 400 cestas, a coordenadora Dulcida Negrão Ramos credita à padroeira da paróquia o bom êxito das arrecadações: “em certos momentos nós ficamos temerosos, mas logo depositamos nossas orações e a Mãe Providencia. Conseguimos bater nossa meta e por vezes chegamos a ultrapassá-la.”.  
 
ORGANIZAÇÃO 
 
A mobilização para a campanha tem início no mês de março, com a visita das equipes de cada paróquia às comunidades. Nas visitas é realizado um perfil das pessoas que irão receber as cestas básicas, através de um cadastro com o perfil socioeconômico de cada uma delas. No caso das famílias que já possuem o cadastro, a visita serve para atualizá-lo.
 
O cadastro é eletrônico e tem o Cadastro de Pessoa Física (CPF) como base, evitando-se assim que sejam efetuados dois cadastros em paróquias diferentes, caso a pessoa se mude. O cadastro também é uma forma de quantificar o número de donativos a serem doados. O sistema foi pensado pelo diácono Leonildo Borges, voluntário da Caritas, graduado em análise e desenvolvimento de software, que o desenvolveu junto com uma equipe de voluntários do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (Iesam).
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade