DATA DE PUBLICAÇÃO: 18/02/2019
- Diminuir + Aumentar

Paróquia Santa Teresa de Calcutá é a 90ª da Arquidiocese de Belém

 

Fotos: Luiz Estumano.
 
No último domingo, 17, a Arquidiocese de Belém viveu a alegria da instalação da sua 90ª paróquia, Santa Teresa de Calcutá, localizada no conjunto Eduardo Angelim, no Parque Guajará, em Icoaraci.
 
A instalação ocorreu durante celebração eucarística presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém, com a leitura do documento de provisão da nova paróquia. 
 
O Arcebispo de Belém destacou o compromisso e a opção da Arquidiocese de Belém pela ação missionária. “A nossa Arquidiocese fez uma opção muito séria, que é a opção missionária. Nós queremos chegar a todos os recantos, não queremos que fique qualquer área ou território da Arquidiocese sem a presença do Evangelho, sem a pregação da palavra de Deus, e, aqui, a necessidade de criar as paróquias”.
 
Celebração Eucarística na nova Paróquia Santa Teresa de Calcutá.
 
A Paróquia Santa Teresa de Calcutá foi desmembrada da Paróquia Divina Misericórdia e as comunidades Santa Luzia, Santa Rita de Cássia, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e Santo Antônio irão integrar a nova paróquia. 
Esta fará parte da Região Episcopal São João Batista e é a 90ª paróquia da Arquidiocese de Belém confirmando a ação da Igreja de Belém no anúncio da Boa Nova, como explica Dom Alberto: “Nós temos feito isso nesses nove anos desde que eu sou Arcebispo de Belém. Esta é a 31ª paróquia que nós criamos. Completamos hoje 90 paróquias na nossa Arquidiocese. É uma grande alegria, porque a gente sabe que é a ação da Igreja que se estende por todas as partes para anunciar a Boa Nova de Jesus, para formar comunidades cristãs, portanto este é o grande objetivo nosso, o objetivo da evangelização”. 
 
A ocasião também foi marcada pela posse canônica do padre Paulo João Fernandes como novo pároco de Santa Teresa de Calcutá. Durante Santa Missa foi realizada a leitura do documento de provisão de sua posse.
O sacerdote foi ordenado no dia 6 de julho de 2018 e desde então estava como vigário paroquial da Paróquia Divina Misericórdia e agora assume a missão de acolher a área onde será instalada a nova paróquia.
 
Padre Paulo João vê o nosso desafio como um ato de fé e uma vasta possibilidade de aprendizado. “È um ato de fé na vida cristã, porque, na realidade, a gente tem que aprender a ser tudo. O cristianismo tem essa graça, essa alegria da gente aprender. Eu me sinto pequeno como diz o nome Paulo. Eu me sinto pequeno diante da grande missão, mas ao mesmo tempo disponível dizendo sim a Deus, ao meu Bispo, à Igreja. Aceitar esse desafio por amor e quem confia em Deus não fica na mão e sempre usar essa ajuda. É um trabalho 100% de Deus e quase nada da gente”, explica o novo pároco.
 
A nova paróquia levará o nome e terá como padroeira Santa Teresa de Calcutá, conhecida pelo cuidado com os mais pobres e a promoção da paz. E são estes carismas que se busca levar para área do conjunto Eduardo Angelim. “Madre Teresa de Calcutá foi uma santa que além de cuidar dos pobres, ela proporcionou a paz aonde ela ia. Ela levou esse cristianismo de paz. Então o desejo do coração de Dom Alberto e do nosso era trazer para o conjunto Eduardo Angelim esse lugar de paz. Então Jesus é esse que traz a paz aos corações, ele sacia a fome de amor, mas principalmente nos traz a paz, então o desejo do coração com a Madre Teresa de Calcutá é exatamente trazer a paz, o amor e a paz”, conclui padre Paulo João.
 
Padre Paulo João Fernandes é o novo paróco de Santa Teresa de Calcutá.
 
A instalação da nova paróquia foi recebida com expectativa e alegria pela comunidade. Rosa Maria Carneiro de São Pedro, coordenadora paroquial, afirma que a presença da Paróquia no conjunto Eduardo Angelim é graça de Deus para todos.
 
A paroquiana também destaca a importância da paróquia para alcançar toda a área, que é muito extensa e muitas vezes não se conseguia abraça - lá por completo.
 
A criação da Paróquia Santa Teresa de Calcutá faz parte da programação do Ano Jubilar em comemoração aos 300 anos da Diocese de Belém e é um verdadeiro presente, como destaca Dom Alberto Taveira Corrêa. “Nós queremos celebrar os 300 anos marcando a presença da Igreja, enquanto mais ela pode estender a sua presença mais feliz nós estamos”. 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade