DATA DE PUBLICAÇÃO: 20/02/2019
- Diminuir + Aumentar

Arcebispo Dom Alberto fala dos 300 anos da Diocese de Belém

Foto: Luiz Estumano.
 
Quarta-feira, 20, pela manhã, Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém recebeu jornalistas na Cúria Metropolitana para tratar dos 300 anos da criação da Diocese de Belém do Pará e da extensa programação comemorativa que ocorrerá ao longo do ano de 2019.
 
Dom Alberto falou, em resumo, sobre a criação e o percurso da Diocese de Belém ao longo dos 300 anos de missão como Igreja particular da Amazônia. Criada no dia 4 de março de 1719 pela Bula Copiosus in Misericordiae, do Papa Clemente XI, a Diocese de Belém é a terceira mais antiga do Brasil. 
 
 O Arcebispo também detalhou a programação da abertura do Ano Jubilar, que ocorrerá nesta sexta-feira, 22, a partir das 17h, na Arena Guilherme Paraense (Mangueirinho). A cerimônia contará com a presença de bispos do Pará e do Amapá e a celebração eucarística pelos três séculos da presença da Igreja em Belém será presidida pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello.]
 
A missionariedade deverá perpassar toda a programação celebrativa no decorrer do Ano Jubilar, de acordo com Dom Alberto, em conformidade com o pedido do Papa Francisco para a evangelização. 
 
“A nossa comemoração é, sobretudo, missionária. Queremos fazer a Igreja chegar até aos lugares mais distantes, até as situações mais desafiadoras. Então, nós queremos celebrar como missão”, destaca o Arcebispo. Nesta dimensão missionária, a Arquidiocese de Belém está instalando áreas missionárias e criando novas paróquias como a Paróquia Santa Teresa de Calcutá, a 90ª da Arquidiocese e a 31ª criada por Dom Alberto à frente do governo arquidiocesano. A nova paróquia foi instalada no dia 17, no conjunto residencial Eduardo Angelim, em Icoaraci.
 
A título da missão destacada por Dom Alberto, a Arquidiocese de Belém realizará sete visitas pastorais missionárias nas comunidades diocesanas, as quais irão começar no dia 25 de março, com a presença do Arcebispo de Belém e dos bispos auxiliares, Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro, junto de padres e outras forças da Igreja para intensificar a ação missionária em cada região visitada.
 
Regiões Episcopais - Durante o ano de 2019 haverá também sete celebrações da Santa Missa em cada região episcopal da Arquidiocese de Belém, além de programações missionárias específicas e outras programações como publicações, ordenações e celebrações, todas realizadas com enfoque missionário na sua condução para o povo de Deus. 
 
Confira a entrevista coletiva na íntegra. Acesse aqui e saiba mais sobre os 300 anos da Diocese de Belém.
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade