DATA DE PUBLICAÇÃO: 11/06/2019
- Diminuir + Aumentar

Semana do Encarcerado segue até dia 14

Foto: Alberto Cardoso.
 
A Semana do Encarcerado, promovida pela Pastoral Carcerária, iniciou no último dia 10 (segunda-feira) com uma extensa programação, no auditório da Faculdade Católica de Belém, na Rodovia BR 316, em Ananindeua.

A Semana visa promover efetivamente uma cultura de paz e apoiar a promoção dos direitos humanos junto à comunidade carcerária para estimular novas oportunidades de trabalho, educação, saúde e lazer. Além de resgatar a dignidade moral, social e cristã da comunidade carcerária.

Segundo o Banco Nacional de Monitoramento de Prisões 602 mil e 217 pessoas estão encarceradas no Brasil e 53,91% desse total estão na faixa etária de 18 a 29 anos. No Estado do Pará aproximadamente 15.796 pessoas são privadas de liberdade, equivalente a 2,61% de encarcerados no país.

Para a Kecya Matos, advogada da Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos, o principal problema do sistema carcerário é o encarceramento em massa. “Hoje, no Brasil, a gente vê que pra cada vaga existente tem pelo menos duas pessoas nessas vagas, então um acréscimo, uma superlotação de 200% pelo menos. Em alguns lugares esse patamar é maior ainda. E isso faz com que não seja viável a aplicação de nenhuma política de ressocialização”.

A Igreja de Belém vem buscando estar cada vez mais próxima dessa realidade e contribuir para o processo de ressocialização, como destacou Dom Antônio de Assis Ribeiro, um dos bispos auxiliares de Belém e bispo referencial da Pastoral Carcerária: “há na sociedade, de modo geral, um preconceito muito grande em relação à questão da dignidade humana, ou seja, um modo errado de compreende - lá. Então se pensa dignidade humana como aquela condição de moralidade saudável, eu faço o bem, eu sou bom, eu sou santo, eu sou digno. Na verdade, a dignidade humana é a nossa condição de sermos filhos de Deus, de sermos humanos de modo que o crime não nos faz perdê-la”.

Para o bispo auxiliar é necessário despertar a paixão do encarcerado pela própria dignidade: “O crime pode manchar a moralidade de uma pessoa, mas a pessoa jamais perde a sua dignidade, portanto aquele que está encarcerado ele deve ser convidado a refletir sobre a sua situação de criminoso e de ter manchado a própria dignidade. É necessário despertar nele essa paixão pela própria dignidade”, concluiu Dom Antônio.

A programação da Semana do Encarcerado segue até o dia 14 (sexta-feira) com debates e mesa redonda com o tema “A Ética e a Juventude Encarcerada” com a participação de Dom Antônio, bispo referencial da Pastoral Carcerária, representantes do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Defensoria Pública do Pará, Superintendente do Sistema Penitenciário do Estado do Pará e da Faculdade Católica de Belém.

Os debates da Semana buscam despertar na comunidade acadêmica, bem como na população em geral, uma nova visão sobre a realidade da comunidade carcerária. A programação será focada na juventude, maioria da população carcerária no país.

 “O primeiro passo seria presídios para jovens, porque você mistura jovens, que às vezes cometeram crimes pela primeira vez por uma questão circunstancial. Nós temos que dar educação em tempo integral começando desde criança. Nós temos que ver essa questão da oportunidade e da oportunização da educação até a universidade para o jovem, a questão do emprego. Então se preocupa muito com a questão da segurança. E não se pensa onde estão os nossos jovens, o que nós estamos fazendo com os nossos jovens. E dentro da família também, a instituição família é fundamental  na formação do jovem”, destacou Ademir Silva, responsável geral da Pastoral Carcerária,  sobre a abertura de novas oportunidades aos jovens.

Durante a realização do evento terá celebração eucarística em alguns centros prisionais da região metropolitana de Belém. No encerramento, dia 14, haverá Santa Missa na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Na ocasião ocorrerá o lançamento do concurso Pintura do Projeto Liber’Art 2019.

A Semana do Encarcerado é aberta ao público com entrada gratuita. Para mais informações, acesse as redes sociais da Faculdade Católica.

Serviço:

Semana do Encarcerado 2019
Período: 10 a 14 de junho de 2019
Local: Auditório Guará – Faculdade Católica de Belém
Rodovia BR 316, km 6 - Ananindeua
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade