DATA DE PUBLICAÇÃO: 11/10/2019
- Diminuir + Aumentar

Romarias Rodoviária, Fluvial e Moto Romaria são procissões que iniciam o sábado

Foto: Luiz Estumano
 
Duzentas e cinquenta mil pessoas devem participar, no sábado (12), da Romaria Rodoviária, que inicia a partir das 5h30, seguida da Santa Missa na Matriz de Nossa Senhora das Graças, em Ananindeua. Esta é a segunda das quatro procissões realizadas no sábado do Círio.

Durante a procissão, a Imagem Peregrina da Virgem de Nazaré será conduzida até o Trapiche de Icoaraci, para a saída da Romaria Fluvial. O percurso é de aproximadamente 24 quilômetros, o segundo maior das 12 procissões oficiais do Círio de Nazaré.

A Romaria Rodoviária é organizada pela Diretoria da Festa com a colaboração da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e outros órgãos públicos. Esse formato de organização é realizado desde o ano 2000, com tempo médio de três horas de percurso.

Enquanto a Romaria segue para Icoaraci, Santa Missa inicia no Trapiche, presidida pelo padre Agostinho Filho – Vigário Episcopal da Região Episcopal São João Batista, antecedendo a Romaria Fluvial.

Romaria Fluvial

 Ainda no sábado, dia 12, às 9h, inicia a romaria fluvial, a terceira procissão oficial, que inicia no Trapiche do Distrito de Icoaraci com destino à Escadinha da Estação das Docas.

Uma das mais belas romarias teve início em 1986, realizada pela então Companhia Paraense de Turismo, e chega em 2019 a sua 34ª edição, reunindo um público de 50 mil fiéis em cerca de 400 embarcações. A embarcação da Marinha do Brasil leva a Imagem Peregrina em um nicho, seguida por centenas de embarcações de todos os tipos e tamanhos. Em muitas delas é celebrada a santa missa, com momentos de espiritualidade e muito louvor.

Na chegada, na escadinha, Imagem é recebida com honras de Chefe de Estado, pela Polícia Militar, fato que se repete desde 1999, motivado pela Lei Estadual nº 4.371, de 15 de dezembro de 1971, que proclamou a Virgem de Nazaré Padroeira do Pará, Rainha da Amazônia e merecedora dessa grande honraria

Motorromaria

Após a chegada da Romaria Fluvial e da cerimônia de honras de Chefe de Estado a Imagem é conduzida por cerca de uma hora na Motorromaria até o Colégio Gentil Bittencourt, localizado na Avenida Magalhães Barata. Neste local acontece a benção dos Motociclistas.

A procissão é realizada desde 1990 e iniciou por uma iniciativa da Federação Paraense de Motociclismo, que gostaria de prestar sua própria homenagem à Santa. Hoje, a procissão atrai cerca de 45 mil participantes.
Paralelo a este momento, na Basílica Santuário de Nazaré, em torno de 11h, ocorre uma das cerimônias mais esperadas: a Descida da Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré. Ela permanece em um nicho no presbitério durante os 15 dias da festa, retornando no Recírio.

Trasladação

Ainda no sábado, em torno de 16h30, a área em torno ao Colégio Gentil Bittencourt já está lotada para o início da Santa Missa, antecedendo a Trasladação, presidida pelo por Dom Giovanni D’Aniello, Núncio Apostólico no Brasil. Ao final inicia a procissão da Trasladação com sentindo inverso do Círio.

Os 3,7 km são realizados em 5 horas levando 1 milhão e 400 fiéis às ruas até a Igreja da Sé. A primeira Trasladação foi promovida pelo Governador Francisco de Souza Coutinho, junto com o Capelão do Palácio do Governo, padre José Roiz de Moura, que levaram a Imagem de Nossa Senhora de Nazaré, da Matriz até a capela do local. Todos esses momentos de ato litúrgico e cortejo serão transmitidos em tempo real pela Rede Nazaré de Televisão
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade