DATA DE PUBLICAÇÃO: 11/10/2019
- Diminuir + Aumentar

Imagem original mais perto dos devotos

Foto: Vanessa Costa.
 
E mais um momento de muita emoção do Círio ocorre neste sábado, dia 12, às 12h30: a Descida da Imagem do Glória, na Basílica Santuário. Com a presença de vários representantes convidados do Clero como o padre Alexandre Paciolli, que será acompanhado pelo grupo Vozes, o qual deve cantar a música Ave Maria, na hora da descida. Devem participar, ainda, os integrantes da Diretoria da Festa e da Guarda de Nazaré, que sobem para a retirada da Imagem que deu origem a uma das maiores festas católicas do mundo: o Círio de Nazaré.

A partir de então, a imagem original, de 28 centímetros, ficará em uma redoma de vidro no altar durante os 15 dias da quadra nazarena. Para muitos, este momento simboliza a proximidade da mãe com o filho e acontece desde 1992.

Raridade – São raros os momentos de descida da Imagem Original do altar-mor da Basílica. A imagem só deixou o interior da Basílica em situações excepcionais, como na procissão do Círio número 200 e também durante a visita do Papa João Paulo II à Belém – no dia 9 de julho de 1980, quando o Pontífice abençoou com a Imagem, da janela do Arcebispado, o povo que estava na Praça da Sé.

Atualmente, a Imagem só desce em outubro, no período da Festa de Nazaré, e no mês de maio, quando é comemorado o aniversário de elevação da Basílica à Santuário.

História – Em 1969, o Vigário de Nazaré, Padre Miguel Giambelli, decidiu descer a Imagem do Glória para ficar no Presbitério, mais próxima do povo, substituindo a Imagem do Colégio Gentil Bittencourt. As primeiras descidas aconteciam às 23h, após a chegada do Pároco na Basílica, depois da Trasladação.  Antes, a Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré descia do Glória discretamente, com a Igreja fechada. Mas, desde 1992, a Basílica Santuário abre as portas para os fiéis acompanharem este momento especial, para terem um instante mais perto da Imagem encontrada por Plácido.

A Imagem encontrada por Plácido fica no Glória, sobre o altar-mor da Basílica de Nazaré, em redoma de cristal antiprojétil. Ela reproduz uma senhora portuguesa e, nas nuvens onde repousa, vemos um rostinho de anjo. E no braço esquerdo traz um menino aparentando dois anos de idade, que carrega um globo.
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade