DATA DE PUBLICAÇÃO: 12/05/2017
- Diminuir + Aumentar

Centenário das aparições da Virgem de Fátima

 
O Santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Portugal, reconhecidamente um dos santuários marianos mais visitados em todo o mundo está em festa neste final de semana. Em 2017, o santuário português mariano celebra o centenário das aparições de Nossa Senhora da Fátima aos três pastorinhos, e em virtude disso, a Diocese de Leiria-Fátima organizou uma grande programação visando às comemorações, com participação nos dias 12 e 13 do Papa Francisco.
 
As aparições de Fátima são um acontecimento marcante na Igreja Católica, não apenas pela importância que assumiram para inúmeras pessoas e pela sua extensa divulgação no mundo, mas também pela sua íntima ligação à mensagem evangélica, pela profundidade com que marcam a vivência da fé de muitos dos católicos e pelo alcance profético dos seus apelos.
 
O programa de preparação para o centenário teve início em 2010 e, desde então, tem contemplado inúmeras atividades pastorais, enfatizando cada um dos elementos fundamentais que brotam das três aparições do Anjo, em 1916, e das aparições de Nossa Senhora, entre maio e outubro de 1917. Outras atividades dão seguimento a programação que tem o lema “O meu Coração Imaculado conduzir-vos-á até Deus”, já que o Imaculado Coração de Maria é o símbolo oficial do centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima.
 
Está prevista também a participação do Santo Padre que chega nesta sexta-feira, 12, em solo português. Esta será a 19ª viagem internacional do Papa que tem como lema “Com Maria, peregrino na esperança e na paz”, sendo a primeira vez do Papa Francisco no Santuário e o quarto pontífice. Na ocasião o Papa canonizará Francisco e Jacinta Marto, que junto com Lúcia dos Santos, presenciaram as aparições de Nossa Senhora entre maio e outubro de 1917.
 
As comemorações pelo mundo

O festejo no Santuário Português teve grande repercussão no mundo todo, com arquidioceses e dioceses de vários países associando-se à celebração. 
 
No Brasil destacam-se as várias celebrações que marcam a data em todas as capitais e municípios brasileiros.
Em Recife, capital que tem o primeiro santuário do mundo construído em honra à Virgem de Fátima, a festa, que tem como tema “Nossa Senhora de Fátima no mistério de Cristo e da Igreja”, começou no dia 1º de maio e conta com novenas, missas diárias, recitação do terço mariano, palestras e conferências, a programação vai até o dia 13. 
O reitor do santuário de Recife, Padre Antônio Mota, lembrou que no local está sepultado o padre jesuíta português José Aparício, confessor da vidente irmã Lúcia de Fátima. 
 
O pátio externo do santuário ganhará a instalação de um nicho e de uma imagem de Nossa Senhora de Fátima, confeccionada em madeira.
 
Em Belém 
 
Na Arquidiocese de Belém, uma programação foi elaborada pela Paróquia de Fátima, que neste ano comemora também seu cinquentenário. A organização do festejo programou eventos prévios ao período da festividade como a Jornada e Semana Mariana com atividades voltadas para o estudo teológico, além disso, missas com intenção especial do centenário. 
 
Na Espanha, a Conferência Episcopal Espanhola (CEE) emitiu nota oficial, na qual recorda o “amor de predileção pelos pequenos e pobres” que marca a mensagem da Cova da Iria. 
 
O documento, disponível no site oficial da CEE, recorda que em Fátima se dá um lugar particular aos “excluídos e sofredores, os pecadores e desanimados de coração”. 
 
Na França, o bispo da Diocese de Orleães também publicou uma nota sobre o centenário das aparições, anunciando que a celebração na comunidade francesa vai acontecer a 20 e 21 de maio, na Catedral da Santa Cruz, “em união com a peregrinação do Papa a Fátima e em união com os milhares de portugueses” da diocese. 
Na Índia, a Arquidiocese de Goa, também estará em sintonia com o Santuário português. 
 
A arquidiocese indiana, em colaboração com a seção local do Apostolado Mundial de Fátima, organizou uma série de celebrações especiais e iniciativas, em particular nas cinco datas que recordam as aparições aos três pastorinhos Lúcia, Jacinta e Francisco, ocorridas entre 13 de maio a 13 de outubro de 1917.
 
Aparições de Fátima
 
As aparições de Fátima é a designação comum dada a um ciclo de aparições marianas que ocorreu durante o ano de 1917 na localidade de Fátima, em Portugal. No dia 13 de maio de 1917, três crianças, Lúcia dos Santos, Francisco e Jacinta Marto, afirmaram terem visto uma senhora mais brilhante do que o sol sobre uma azinheira de um metro ou pouco mais de altura, na Cova da Iria, próximo da aldeia de Aljustrel. 
 
A aparição mariana repetiu-se nos cinco meses seguintes e seria portadora de uma importante mensagem ao mundo. A 13 de outubro de 1917, a aparição apresentou-se como sendo “a Senhora do Rosário”. Estas aparições foram precedidas e seguidas por outros fenômenos, acontecimentos que foram relatados e redigidos pela vidente Lúcia a partir de 1935, em quatro manuscritos conhecidos por Memórias I, II, III e IV.
 
  Canonização de Francisco e Jacinta Marto

Dois dos pastorinhos de Fátima, os beatos Francisco e Jacinta Marto serão canonizados no próximo dia 13 de maio em cerimônia presidida pelo Papa Francisco em Fátima, em sua visita por ocasião do centenário das aparições de Nossa Senhora. Francisco e Jacinta serão os santos não-mártires mais jovens da história da Igreja católica. Eles foram beatificados há 17 anos, também em Fátima. 
 
 
A última etapa para a canonização dos dois pastorinhos foi concluída no último dia 23 de março, quando o Papa Francisco aprovou o milagre atribuído a eles. Trata-se da cura milagrosa de uma criança no Brasil. A festa litúrgica de Francisco e Jacinta Marto ocorre a 20 de fevereiro, dia da morte de Jacinta. O processo de beatificação da terceira pastorinha, Irmã Lúcia, iniciado em 2008 teve a fase diocesana concluída sendo agora feita a análise dos milagres realizados.
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade