DATA DE PUBLICAÇÃO: 19/05/2017
- Diminuir + Aumentar

Miscelânea: Lições de Jesus na viagem a Jerusalém

 
 
 
Continuando o estudo das lições de Jesus em sua última viagem a Jerusalém, a que o levaria à morte na cruz, interrompido há exatamente dezesseis semanas e reiniciado na edição passada, na qual relembramos sua recomendação aos discípulos enviados em missão aos lugares a que  Ele pretendia ir. 
 
A recomendação: quando não os recebessem, dissessem em praça pública que, antes de sair, sacudiriam toda a poeira que se lhes colara aos pés, para não levar consigo nadíssima dali. E acrescentou-lhes o que aconteceria a esses lugares no dia do Juizo: seu julgamento seria muito mais rigoroso que o da malfadada Sodoma. 
Sacudir, em tais casos, a poeira colada aos pés, era uma ação simbólica explicada em palavras, como faziam os profetas. 
 
Por que sacudi-la? Porque, estando, como estava, contaminada, urgia livrar-se dela, antes de voltar a pisar o solo pátrio, tido e havido acertadamente como sagrado.
 
Segue-se, ainda em Lucas (10,13-15), uma fortíssima recriminação – para alguns, mais que, apenas, uma recriminação: uma condenação – também relatada por Mateus (11, 20-24), a três cidades da Galileia, Corazim, Betsaida e Cafarnaum, antecedida, em Mateus, pela explicação da razão dessa atitude extrema de Jesus: apesar de nelas Ele ter realizado a maioria de seus milagres, seus habitantes, textualmente, “não se arrependeram” (Mateus 11,20). 
 
A condenação, em Mateus: “Ai de ti, Corazim, ai de ti, Betsaida! Pois, se em Tiro e Sidónia
 
-cidades representativas do poderio comercial dos fenícios - tivessem sido feitos os milagres realizados em vós, há tempo teriam feito penitência com pano de saco e cinza. Pois eu vos digo que o dia do julgamento será mais leve para Tiro e Sidónia que para vós. E tu, Cafarnaum, pretendes elevar-te até o céu? Mas cairás até o abismo. Pois se em Sodoma tivessem sido feitos os milagres realizados em ti, ela subsistiria até hoje. Pois eu vos digo que o dia do julgamento será mais leve para Sodoma que para ti! (Mt, 11, 21-24).
 
E em Lucas, para o leitor poder cotejá-las: “Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e Sidónia tivessem sido feitos os milagres realizados em vós, há tempos teriam feito penitência sentados nas cinzas com pano de saco. E assim, a sorte de Tiro e Sidónia no julgamento será mais branda que a vossa. E tu, Cafarnaum, pretendes elevar-te até o céu? Mas cairás até o abismo. “(Lc 10, 13- 15). Ambas as citações foram extraídas da Bíblia do Peregrino, edição da “Paulus”, São Paulo, 2002. Como se pode ver, em Mateus quatro versículos, enquanto que em Lucas apenas três, isto porque  Lucas omite o final relatado por Mateus: “Pois se  em Sodoma tivessem sido feitos os milagres realizados em ti, ela subsistiria até hoje. Pois eu vos digo que o dia do julgamento será mais leve para Sodoma que para ti!”
 
E eu, aqui, fico a me perguntar, temeroso, qual será, nesse dia terribilíssimo, o julgamento de nossa Belém, tão agraciada pela Virgem de Nazaré, Mãe de Jesus, e, no entanto, incompreensivelmente, tão injusta e cruel para com os inúmeros pobres de suas esquecidas, para não dizer desprezadas, baixadas e periferias. Shalon!
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade