DATA DE PUBLICAÇÃO: 19/05/2017
- Diminuir + Aumentar

Cursilho de Cristandade: Que é o Cursilho?

  Cursilho de Cristandade
 
Numa reunião com o clero de Belém falei aos padres da importância de apoiar o Movimento de Cursilho de Cristandade da Arquidiocese de Belém.
 
Um dos padres perguntou: “Mas, ainda existe o Cursilho de Cristandade?”. 
 
Respondi que sim, e que está muito ativo no mundo, no Brasil e também nesta Arquidiocese.
Outro padre me perguntou: ‘Mas o Cursilho não é ultrapassado e desatualizado, que deu frutos no passado, mas que agora não serve mais’?!
 
Essas perguntas vieram de bons padres e espelham o pensamento de muita gente, mas que não correspondem à realidade.
 
O Cursilho de Cristandade é obra do Espírito Santo que não envelhece e nem se desatualiza.
O Movimento de Cursilho nasceu na Espanha, logo antes do Concílio Vaticano II.  Ele surgiu como luz e fermento de vida cristã.
 
Aos poucos foi se espalhando pelo mundo, inclusive no Brasil, produzindo belas flores e os mais deliciosos frutos de vida cristã.
 
Por meio do Cursilho, grande número de católicos descobriram para que foram batizados e crismados.  
Pela ação do Cursilho, muitos assumiram a vocação de ser sal da terra, luz do mundo e fermento da massa.
Na Arquidiocese de Belém em torno de 10 mil pessoas fizeram o cursilho. Alguns morreram, outros ainda estão vivos e trabalham para iniciar ou fazer crescer o Reino de Deus.
 
A palavra ‘cursilho’ é espanhola, e significa ‘pequeno curso’.  É um cursinho de dois ou três dias.
No Cursilho é apresentado aos cursilhistas o querigma, a essência da vida cristã.
 
Algumas pessoas dão sua mensagem, mas quem age mesmo é o Espírito Santo que às vezes faz maravilhas. 
Se você já é cursilhista, parabéns.
 
Se você ainda não é cursilhista, um dia poderá ser.
Se você quiser conhecer melhor este movimento, leia esta coluna que será publicada no Jornal Voz de Nazaré a cada quinze dias.
 
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade