DATA DE PUBLICAÇÃO: 26/05/2017
- Diminuir + Aumentar

Conversa com meu povo: Nossos meios de Comunicação

 
Na mensagem do Papa Francisco para o 51º Dia Mundial das Comunicações Sociais, que se celebra na Solenidade da Ascensão do Senhor, suas palavras iniciais são positivamente provocantes à nossa Arquidiocese de Belém: “Graças ao progresso tecnológico, o acesso aos meios de comunicação possibilita a muitas pessoas ter conhecimento quase instantâneo das notícias e divulgá-las de forma capilar. Estas notícias podem ser boas ou más, verdadeiras ou falsas. Já os nossos antigos pais na fé comparavam a mente humana à mó do moinho que, movida pela água, não se pode parar. Mas o moleiro encarregado do moinho tem possibilidades de decidir se quer moer, nela, trigo ou joio. A mente do homem está sempre em ação e não pode parar de “moer” o que recebe, mas cabe a nós decidir o material que lhe fornecemos (Cf. Cassiano o Romano, Carta a Leôncio Igumeno). Gostaria que esta mensagem pudesse chegar como um encorajamento a todos aqueles que diariamente, seja no âmbito profissional, seja nas relações pessoais, “moem” tantas informações para oferecer um bom pão a quantos se alimentam dos frutos da sua comunicação. A todos quero exortar a uma comunicação construtiva, que, rejeitando os preconceitos contra o outro, promova uma cultura do encontro por meio da qual se possa aprender a olhar, com convicta confiança, a realidade”.
 
 
   
 
 
De fato, por graça de Deus, um dos grandes Arcebispos da história de Belém, Dom Vicente Joaquim Zico, soube acolher, na hora certa, o apelo vindo do Espírito Santo às Comunicações Sociais. A seu tempo, com a valiosa participação de Dom Carlos Verzeletti, então Bispo Auxiliar de Belém,e de uma imensa legião de colaboradores, homens e mulheres valiosos que ajudaram a escrever a história de nossa Igreja, construiu-se então o que hoje chamamos “FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO”, este impressionante patrimônio religioso, humano e material que o Senhor confia aos cuidados de todos nós, envolvidos neste belo desafio de comunicar a Boa Nova do Evangelho. Basta contemplar, de vários pontos da cidade, a imponente torre para os instrumentos de Comunicação, que se ergue monumental na área central de nossa cidade, como memorial de todo o trabalho feito.
O leque de responsabilidades na Comunicação em nossa Igreja é bem amplo. A Pastoral da Comunicação - PASCOM tem sua coordenação arquidiocesana e se estende pouco a pouco pelas nossas Paróquias. Venha em relevo o esforço de tantas equipes já organizadas, cujo resultado se expressa em várias mídias, nascidas de uma incrível criatividade, partilha de recursos e dedicação, com frutos excelentes. Na Cúria Metropolitana, a ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO da Arquidiocese, com intensa atividade, um escritório bem montado e com profissionais dedicados, responde pelo contato da Arquidiocese com os grande meios de comunicação e com a sociedade. São ainda sua responsabilidade o SITE DA ARQUIDIOCESE DE BELÉM e o ANUÁRIO ARQUIDIOCESANO, assim como a divulgação, através das redes sociais, de todas as atividades de nossa Igreja, além de buscar assessorias e parcerias em vista da comunicação dos valores do Evangelho.
 
A Fundação Nazaré de Comunicação tem suas frentes de trabalho funcionando a contento: JORNAL VOZ DE NAZARÉ, RÁDIO NAZARÉ FM, TV NAZARÉ E PORTAL NAZARÉ, além do relacionamento através das muitas Redes Sociais à disposição. E nossa TV Nazaré ainda conta com repetidoras em várias regiões, especialmente na Amazônia. Mais ainda, alimentamos uma profícua colaboração com outras Redes Católicas de Comunicação! Um imenso batalhão de pessoas dedicadas, às quais agradecemos penhoradamente, com a ingente tarefa de “moer” tantas informações, passando pelo crivo da Palavra de Deus e da Doutrina da Igreja.
 
“Para nós, cristãos, os óculos adequados para decifrar a realidade só podem ser os da boa notícia: partir da Boa Notícia por excelência, ou seja, o Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus (Mc 1, 1). É com estas palavras que o evangelista Marcos começa a sua narração: com o anúncio da boa notícia, que tem a ver com Jesus; mas, mais do que uma informação sobre Jesus, a boa notícia é o próprio Jesus. Com efeito, ao ler as páginas do Evangelho, descobre-se que o título da obra corresponde ao seu conteúdo e, principalmente, que este conteúdo é a própria pessoa de Jesus” (Mensagem do Papa Francisco para o 51º Dia Mundial das Comunicações Sociais).
 
Tudo isso pede dedicação e exige recursos! Temos mantido através dos “truques” da Providência um grande sistema de Comunicações, com concessões para canais educativos, o que nos purifica de compromissos inadequados com grupos ou valores estranhos. Nosso sonho é que se multipliquem os membros da “Família Nazaré”, através dos quais a colaboração mensal de seus participantes signifique o nosso “patrocínio” totalmente original.
 
O Dia Mundial das Comunicações tem um tema significativo: “Não tenhas medo, que eu estou contigo” (Is 43, 5). Não temos medo dos desafios do futuro, porque sabemos ser portadores da força de Deus, que nos conduz e sustenta. Comprometemo-nos a procurar os melhores caminhos, sabendo que “quem, com fé, se deixa guiar pelo Espírito Santo, torna-se capaz de discernir em cada evento o que acontece entre Deus e a humanidade, reconhecendo como Ele mesmo, no cenário dramático deste mundo, esteja compondo a trama duma história de salvação. O fio, com que se tece esta história sagrada, é a esperança, e o seu tecedor só pode ser o Espírito Consolador. A esperança é a mais humilde das virtudes, porque permanece escondida nas pregas da vida, mas é semelhante ao fermento que faz levedar toda a massa. Alimentamo-la lendo sem cessar a Boa Notícia, aquele Evangelho que foi reimpresso em tantas edições nas vidas dos Santos, homens e mulheres que se tornaram ícones do amor de Deus. Também hoje é o Espírito que semeia em nós o desejo do Reino, através de muitos canais vivos, através das pessoas que se deixam conduzir pela Boa Notícia no meio do drama da história, tornando-se como que faróis na escuridão deste mundo, que iluminam a rota e abrem novas sendas de confiança e esperança”. Magistrais expressões do Papa Francisco, a serem registradas em nossa memória e na prática de Comunicação da Arquidiocese de Belém.
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade