DATA DE PUBLICAÇÃO: 14/07/2017
- Diminuir + Aumentar

Miscelânea: Maldição (VI)

 
 
 
Antes de entrar no assunto programado para hoje, a transcrição literal dos textos bíblicos em que a palavra maldição aparece uma única vez, - ao depois virão aqueles em que ela aparece mais vezes – seja-me permitido corrigir um errinho encontrável num pequeno trecho da edição passada de Miscelânea. Isto porque, com ele, o que pretendi dizer não faz sentido. O que saiu: “salvo engano meu, falha, força convir, muito como (aqui o erro) em mim,” etc. O que escrevi: “salvo engano meu, falha, força convir, muito comum em mim,” etc. Correção feita, vamos à transcrição a que me refiro ai em cima.
 
Em 2 Sm, 16,11s, diz Davi a um de seus seguidores, Abisai, que lhe pedira  permissão para ir dar cabo do benjaminita Semei que afrontosamente atirava pedras contra o rei e o amaldiçoava: “Deixa-o amaldiçoar-me, pois o Senhor lhe ordenou. Talvez o Senhor olhe minha humilhação e me pague com bênçãos essa maldição de hoje.” Admirável, penso eu, o rei Davi, apesar de seus não poucos graves erros. Não é ao pé dos grandes montes que, em princípio, encontram-se os grandes abismos?
 
Em 2 Reis, 22,19, eis a mensagem do Senhor, através da profetisa Hulda, endereçada a Josias, rei de Judá, por meio de seus enviados: “Visto que teu coração se comoveu e te humilhaste diante do Senhor, ao ouvir minha ameaça contra este lugar e seus habitantes que serão objetos de espanto e maldição, ...” etc.
 
Em 2 Crônicas 34,24, ainda a profetisa Hulda, em nome de Deus, aos enviados do rei: “Assim diz o Senhor: “vou trazer a desgraça sobre este lugar e seus habitantes, todas as maldições que foram escritas no livro que leram diante do rei de Judá.”
 
Em Neemias, 13,2, lê-se: ... “os amonitas e moabitas nunca poderão pertencer à comunidade de Deus, porque não socorreram os israelitas com pão e água, mas contrataram Balaão para que os amaldiçoassem, embora nosso Deus tenha mudado a maldição em bênção.”

No livro das Lamentações, em 3,65, o autor pede a Deus, relativamente aos que o perseguem: “dá-lhes um coração endurecido, sobre eles a tua maldição.”
 
Em Daniel, 9,11, diz o próprio ao Senhor: “todo Israel violou tua lei, recusando obedecer-te; por isso cairão sobre nós as maldições escritas com juramento na lei de Moisés, o servo de Deus”... etc.
No Segundo Testamento:
 
Na carta aos romanos 3, 14: “Sua boca (tanto a dos judeus quanto a dos gregos) está cheia de maldições e azedume.”
 
Em Hebreus 6,8:... “mas se (a terra) produzir espinhos e abrolhos, é rejeitada e está perto da maldição: acabará sendo queimada.”

Em Tiago 3,10 lê-se: “da mesma boca saem bênção e maldição.”

Enfim, em Apocalipse 22,3 afirma o vidente: “nunca mais haverá maldições.”
 
Os textos bíblicos em que a palavra maldição aparece mais de uma vez ficam para nossa próxima edição, pois que esta de hoje, vá o verbo, já estourou. Shalom!  
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade