DATA DE PUBLICAÇÃO: 28/07/2017
- Diminuir + Aumentar

Privilégio de ser católico: A gratidão pelo trabalho do padre - final

 
O “site” católico “Aleteia”, do qual falei na semana passada, perguntou a alguns párocos como os fiéis poderiam demonstrar sua gratidão pelo trabalho que realizam por nós. Esse foi o tema da reflexão iniciada na edição anterior e que, agora, encerro, procurando mostrar o quanto devemos ser gratos aos padres que nos acompanham. É possível que não saibam o nosso nome ou só nos conheçam de vista. Mas, no fim, somos os grandes beneficiários de um amor que, todos os dias, ajuda a construir a Igreja.
 
Diante da indagação do “site”, muitos párocos ofereceram resposta à pergunta “como podemos demonstrar gratidão aos nossos párocos?”. As respostas estão aqui e servem como uma espécie de guia de agradecimento, que podemos/devemos seguir. Não é nada muito difícil. Basta tentar:
 
1. Rezar por eles./2. Preparar-lhes uma refeição ou lanche, especialmente em dias de muito trabalho./3. Comemorar os dias especiais na vida deles, como aniversário e ordenação sacerdotal./4. Orar mais, reclamar menos./5. Oferecer-se para ajudar em alguma coisa./6. Ir à missa e confessar-se com regularidade./7. Escrever uma cartinha de agradecimento./8. Dizer-lhes “obrigado” pessoalmente./9. Elogiá-los./10. Preocupar-se pelo seu bem-estar./11. Evitar as fofocas na paróquia./12. Deixar claro que você os apoia.13. Ter amizade com o padre antes de sair apontando suas falhas./14. Ter expectativas realistas (ele é um ser humano) e ser útil./15. Não achar que o padre existe só para atender você; não tomar muito tempo dele./16. Ser solidário./17. Dar o espaço de que ele precisa para ter sossego e paz de vez em quando./18. Convidá-lo para atividades e reuniões familiares./19. Buscar a santidade, pois esta é a maior felicidade de um sacerdote: ver que suas ovelhas estão buscando sinceramente o caminho que leva a Deus. 
 
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade