DATA DE PUBLICAÇÃO: 11/08/2017
- Diminuir + Aumentar

Saúde do homem é tema de campanha

 
O Acidente Vascular Cerebral (AVC), também conhecido como “derrame” apesar de ser plenamente preventivo, é uma das principais causas de morte de homens em idade, entre 20 e 59 anos, segundo o Ministério da Saúde.

Dados do Ministério mostram que 62 mil pessoas abaixo dos 45 anos morreram no Brasil por esta causa entre os anos 2000 e 2010. Esse contexto embasa a Gov a campanha “Saúde do Homem”, do governo estadual, com objetivo de incentivar práticas de hábitos saudáveis nessa população. A campanha foi lançada no dia 8, à noite, no Teatro Margarida Schiwasappa, com a presença do repórter-atleta Clayton Conservani.
 
A abertura também lançou a Cartilha de Cuidados com a Saúde do Homem, com orientações na área da saúde destinadas ao público masculino. Houve ainda oferta gratuita de vacinas contra influenza, tétano e febre amarela, exames rápidos de hepatites B e C e sífilis, além da aferição de pressão arterial, avaliação nutricional e outras orientações.
 
A palestra “Limites não tão extremos: quebrando preconceitos pela saúde do homem”, do jornalista Clayton Conservani tratou da prática de esportes e outras atividades físicas como fatores fundamentais para a saúde masculina, assim como o hábito de procurar um médico, sempre que sentir algum aviso do corpo, e da importância de serem esses cuidados inadiáveis, repassando ao público a sua larga experiência na área esportiva.
 
A campanha tem apoio de peças como cartaz, vídeo e página na internet disponíveis na página oficial no endereço www.pa.gov.br/saudedohomem. A organização espera poder contar com a participação social por meio de parcerias com diferentes segmentos sociais, para que o tema, que é do interesse de todos, seja trabalhado pelas empresas nos ambientes de trabalho, pelos clubes, academias, escolas, universidades, igrejas, etc, visando o largo alcance das informações para o maior público possível, garantem a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e de Comunicação (Secom), responsáveis pela massificação desse projeto de saúde.
Prevenção – As ações que norteiam o alerta quanto à necessidade de se promover o autocuidado com a saúde por parte do sexo masculino, estão contempladas pela Política Nacional de Saúde do Homem, do Ministério da Saúde. No Pará, a Sespa é a responsável por esse trabalho, por meio da Coordenação Estadual de Saúde do Homem.
 
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade