DATA DE PUBLICAÇÃO: 15/09/2017
- Diminuir + Aumentar

Panorama: O mês de setembro é o Mês da Bíblia

 
Devo iniciar pedindo desculpas aos leitores pelo erro cometido na semana passada, quando me referi à adesão do Pará à Independência do Brasil, digitando a data de 1883, quando o correto é 1823.
 
Hoje devo escrever sobre a dedicação especial que cada batizado deve dar à Bíblia, neste mês de setembro. Lembro que nós, católicos desta cidade de Belém, temos uma oportunidade excepcional para melhor ouvir e meditar sobre a Bíblia, o livro sagrado que no Velho Testamento os desígnios e a Palavra de Deus, e a Aliança feita com o seu Povo, e, no Novo, registra o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, culminando com a Ressurreição e a descida do Espírito Santo.
 
A grande oportunidade são as novenas pedindo a intercessão de nossa Mãe Santíssima de Nazaré, em preparação espiritual à grande festa do Círio.
 
Necessitamos estudar e procurar ajustar a nossa vida aos ensinamentos bíblicos, que são os ensinamentos de Deus.
 
A Bíblia não foi escrita para dividir, mas sim, para unir, instruir e difundir o amor a Deus e aos irmãos. Este, o fato importante que os devotos de Maria de Nazaré, a “Estrela da Evangelização”, devem difundir no seio das verdadeiras famílias, ensinando seus filhos a estudar também as Sagradas Escrituras.
 
Tenho participado das “novenas” no prédio em que moro. E tenho saído emocionado com o testemunho de idosos e de jovens, que param, um pouco, na hora da novela para recitarem
o terço, e ouvirem uma página do Evangelho meditado.
 
Aproveitemos também para pedir a Nossa Senhora que interceda por nossa Pátria, tão abalada pelas falsas promessas daqueles que, em vez de ajudarem a quem precisa, aproveitam- se de cargos públicos para esbanjar grandeza, poder e acumular riquezas.
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade