DATA DE PUBLICAÇÃO: 15/09/2017
- Diminuir + Aumentar

Dia 7, Dia de Jejum e Oração pelo Brasil

 
 

A Independência do Brasil comemorada no dia 7 foi mar­cada por homenagens à Pátria Amada e tam­bém um momento em que a Igreja dedicou-se à oração e ao jejum co­mo um clamor por um Brasil melhor. Em uni­dade com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a TV Re­de Nazaré de Televisão, canal 30, proporcionou momentos de oração e reflexão durante o Dia de Jejum e Oração pe­lo Brasil. A mobilização contou a participação do Bispo Auxiliar de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, e dos padres Roberto Cavalli, Padre Nilton Cezar Reis e Gel­cimar Santos.

As reflexões desenvol­veram-se ao longo do dia e o programa especial “Dia de Oração e Jejum pelo Brasil” foi exibido pela manhã, tarde e noi­te transmitido pela TV Nazaré, canal 30, que atendeu a convocação da CNBB para o mo­mento de oração e je­jum pelo Brasil. O Bispo Auxiliar de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, realizou a abertura fa­lando das problemáticas que o país vem passando e, pediu para que “gra­ças sejam derramadas pelo Brasil”.

A experiência da ora­ção contou a presença dos padre Roberto Ca­valli, do Padre Nilton Cezar e Padre Gelcimar Santos, ambos refleti­ram sobre as temáticas sugeridas pela CNBB, por exemplo, corrupção, violência e desemprego. Entre os telespectadores que acompanharam es­tá Valmir de Lima, paro­quiano da Paróquia Nos­sa Senhora do Loreto, na Alferes Costa, que disse: “É um momento de mui­ta graça de Deus para todos nós. Que a oração de todos nós, brasileiros, estejam voltados para dias melhores para o Bra­sil. Pela força da oração, Deus nos eleva”. O Bispo Auxiliar, Dom Antônio de Assis Ribeiro encerrou o programa “Dia de Oração e Jejum pelo Brasil”, com bênção final.

O Bispo Auxiliar, Dom Antônio de Assis Ribeiro, destaca a importância da oração: “Eu creio que a oração toca o coração de Deus e transforma o coração humano. A ora­ção é aquela batida leve na porta no coração de Deus que abre, escan­cara, transforma, lava e purifica a mente huma­na. Então, é necessário fazermos a nossa parte, mas é necessário pedir a Deus porque Deus é o Senhor da história. Ele nos capacitou para a vida, Ele nos capacitou para o amor, nos capaci­tou para o bem, mas se nós não conseguimos usar os dons que ele nos deu, então peçamos a Ele que tomemos cons­ciência desses recursos que Ele nos deu”.

E disse sobre a impor­tância dos veículos de comunicação da Arqui­diocese de Belém. “Eles têm esse papel muito importante de evange­lizar e de educar para a cidadania que isso aqui não é só evangelização, isso aqui é educação pa­ra a cidadania. Eu creio quanto mais fé, quanto mais bons cristãos nós formos, mais bons cida­dão devemos ser. Então, a cidadania e a experi­ência de fé devem cami­nhar juntas”. 

 
Jornada de oração e jejum

A Conferência Na­cional dos Bispos do Brasil (CNBB) convi­dou a todos para uma Jornada de Oração pe­lo Brasil, a ser realiza­da nas comunidades, paróquias, dioceses e regionais do país, de 1º a 7 de setembro. Os bispos decidiram mo­bilizar os cristãos, por meio da oração, após a análise da realidade brasileira feita na últi­ma reunião do Conse­lho Episcopal Pastoral da entidade, dias 10 e 11 de agosto.

O Dia de Oração e Jejum sugerido foi o dia 7 de setembro, data que marca a Indepen­dência do Brasil, mes­ma data em que reali­zou-se em todo o país o 23º Grito dos Exclu­ídos, com o lema “Por direitos e Democracia, a luta é todo dia” e te­ma “Vida em primeiro lugar”. O “Grito dos Excluídos” tem o ob­jetivo de responder aos desafios levantados por ocasião da 2ª Se­mana Social Brasilei­ra, realizada em 1994, cujo tema era “Brasil, alternativas e protago­nistas”, e aprofundar o tema da Campanha da Fraternidade em 1995, que tinha como lema “Eras tu, Senhor”. A iniciativa conta com a participação com a participação das co­munidades cristãs, movimentos, pastorais sociais e organizações da sociedade civil.  

 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade