DATA DE PUBLICAÇÃO: 15/09/2017
- Diminuir + Aumentar

Corda do Círio de Nazaré chegou a Belém

 
Já se encontra em Belém um dos principais ícones da Festa de Nossa Senhora de Nazaré, a corda. Após dias na estrada, a corda chegou à capital paraense na manhã de quarta-feira, 6, quando foi descarregada por uma equipe da transportadora parceira, pela Guarda de Nazaré e, em seguida, abençoada pelo Presidente da Diretoria do Círio e Reitor da Basílica Santuário, padre Luiz Carlos Gonçalves. 
 
Disputada nas duas das maiores procissões da quadra nazarena, Trasladação e Círio, o grande ícone de fé da Festa de Nazaré possui 800 metros de comprimento, 50 milímetros de diâmetro e será dividido em dois pedaços de 400 metros, um para cada romaria. A corda foi produzida na cidade de Penha, em Santa Catarina, pela empresa ItaCorda e transportada este ano pela Empresa Expresso Vida, que doou o serviço. 
 
Até chegar à Belém, a corda percorreu 3.700 km, por cinco dias. Para o Diretor da empresa de transporte, Carlos José Soares Segtowich, a doação dos serviços é um ato de gratidão: “O que pudermos fazer por Nossa Senhora de Nazaré não é uma doação, é uma gratificação. Ainda que, prestando esse serviço por doação, sinto que, ainda assim, nós continuamos devendo a ela, sempre.”
 
Roberto Souza, Diretor Coordenador da Festa, falou sobre a peça. “A corda é um ícone essencial do Círio que a Diretoria tem grande cuidado desde a confecção até o transporte. Infelizmente não há uma indústria aqui no Pará que faça essa corda, então, ela vem do sul do país. Desde o início do ano é uma preocupação muito grande na preparação e no transporte para que não tenhamos nenhum tipo de problema. É mais um ícone do Círio, que está se aproximando e espera-se que, com isso, possamos preparar mais ainda nossa grande festa para Nossa Senhora”.
 
Assim que foi descarregada, padre Luiz Carlos Gonçalves abençoou o ícone de fé e devoção. Para o sacerdote, cada momento que antecede a grande procissão do Círio de Nazaré é um momento de preparação: “Sabemos que a corda é um ícone do Círio e que é aguardada com grande expectativa. O dia da grande procissão é o ápice de toda celebração, mas ao longo do ano são diversos momentos de celebração, diversos eventos que nos preparam e são de grande importância, pois cria-se expectativa e as pessoas vão se animando cada vez mais espiritualmente também.”
 
A próxima etapa após a chegada da corda é a inspeção, marcada para o dia 23 deste mês, no Colégio Santa Catariana, como explica o Diretor de Procissões, Antônio Sousa: “Agora vamos dar andamento aos procedimentos técnicos como inspeção da corda e separação para o grande momento. A inspeção da corda observará a peça, as argolas a que ela é atrelada e outros tipos de teste. Depois são catalogados e separados os pedaços a serem utilizados nas procissões.”
 
NÃO CORTE ACORDA- Souza aproveitou a ocasião para reforçar a campanha “Não corte a corda”. Comentou que “a preocupação sempre é que o romeiro deixe sempre a procissão fluir até próximo do colégio Santa Catarina e, mais uma vez, pedimos que o romeiro tenha paciência; sabemos que há o cansaço no final da procissão, mas que a corda possa, sim, ser abençoada pelos Bispos, padres e diáconos, assim como os romeiros.” 
 
Histórico – A corda passou a fazer parte do Círio em 1885, quando uma enchente da Baía do Guajará alagou a orla desde próximo ao Ver-o- Peso até as Mercês, no momento da procissão, fazendo com que a berlinda ficasse atolada e os cavalos não conseguissem puxá-la. Os animais então foram desatrelados e um comerciante local emprestou uma corda para que os fiéis puxassem a berlinda. Desde então, foi incorporada às festividades e passou a ser o elo entre Nossa Senhora de Nazaré e os fiéis.
 
Quem passa pelo espaço do Arraial de Nazaré também já pode acompanhar a movimentação da chegada de algumas estruturas que vão compor o Ita Center Park. As demais estruturas chegam a partir do dia 11 e começam a ser montadas a partir do dia 15. A previsão é que logo em seguida passe pela revisão do Corpo de Bombeiros para começar a funcionar. 
 
 
 

  

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade