DATA DE PUBLICAÇÃO: 13/10/2017
- Diminuir + Aumentar

Romaria fluvial emocionou romeiros

 
Momentos de emoção, agradecimento e devoção. Foram esses os sentimentos estampados nas faces de quem participou da romaria fluvial, realizada na manhã de sábado, 7. A programação teve início com Santa Missa no trapiche de Icoaraci, presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman.
 
Nessa procissão, que acontece há mais de 30 anos, a imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré é conduzida em uma redoma de vidro na Corveta da Marinha, Garnier Sampaio, cuidadosamente decorada por Simone Cosme. Durante a romaria, embarcações de todos os tipos e tamanhos estavam enfeitadas em diferentes matizes de cores para acompanhar a pequena imagem da Virgem de Nazaré.
 
Até sexta-feira, 6, a Capitania dos Portos havia confirmado a inscrição de 347 embarcações na procissão. O percurso foi de aproximadamente 10 milhas náuticas (equivalente a 18,5 km). À chegada, a imagem foi recebida com honras de Chefe de Estado pela Polícia Militar no porto da praça Pedro Teixeira, à entrada da cidade.

É uma tradição desde 1999, em função da Lei Estadual nº 4.371, de 15 de dezembro de 1971, que proclamou a Virgem de Nazaré Padroeira do Pará, Rainha da Amazônia e merecedora dessa grande homenagem. A primeira edição dessa procissão foi realizada pela então Companhia Paraense de Turismo, em 1986.
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade