DATA DE PUBLICAÇÃO: 24/10/2017
- Diminuir + Aumentar

Encontro Fraterno: Aparições de Nossa Senhora

De uma maneira geral, nós, leigos, certamente não nos apercebemos de que, ao rezarmos a ‘Ave Maria’, a primeira parte exalta as virtudes humanas de Maria, enquanto a segunda diz da veneração a Nossa Senhora na Glória do Céu.
 
Nesta oportunidade estaremos invocando aparições da Mãe de Deus que, da Glória do Céu, vem acompanhando a história da humanidade, pedindo-nos que rezemos o Terço e nos alertando sobre as consequências dos pecados praticados pelas nações. Assim, inspirado no livro intitulado ‘As grandes aparições de Maria’, do autor Ingo Swann, 4ª edição – Paulinas, SP, 2011, que aborda vinte e duas aparições de Nossa Senhora, desde o ano de 1531 em Guadalupe, no México, até 1981 em Kibeho, Ruanda, na África, chamou-me atenção o cuidado do autor em preparar o leitor para receber o assunto, mostrando, por exemplo,a diferença entre visão – que é construída em nosso cérebro – e aparições, que são fenômenos extraordinários, relatados por videntes e testemunhas, quando Nossa Senhora faz previsões e intercede por curas milagrosas (cf. p. 13).
 
Também julguei importante a riqueza de detalhes sobre o contexto histórico e a realidade sociopolítica do povo onde ocorreram as aparições. Em Portugal, por exemplo, com o assassinato do rei Carlos I e de seu filho, seguiu-se a implantação da chamada ‘nova república’ em 1910, constituída por democratas, socialistas, marxistas e ateus.“Entre 1911 e 1916, pelo menos 17 mil padres, monges e freiras foram assassinados, isoladamente e em grupos” (idem, p. 190). Então, no dia 13 de maio de 1917, ocorre a primeira aparição de Maria Santíssima, em Fátima, trazendo o consolo de Mãe, mas também anunciando o poder de Deus.
 
Neste ano Mariano, mês de outubro, homenageamos Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, e Nossa Senhora de Nazaré, Rainha da Amazônia.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade