DATA DE PUBLICAÇÃO: 24/10/2017
- Diminuir + Aumentar

Cursilho de Cristandade: Sede minhas testemunhas

No monte das Oliveiras, antes da ascensão, Jesus deu-nos esta ordem: “Sede minhas testemunhas em toda a parte, até os confins da terra” - At 1, 8.
 
Jesus (Mt 28, 18-20) disse a seus discípulos: “Ide a toda parte anunciar o meu Evangelho e ensinai-os a observar tudo aquilo que eu vos ensinei.  Eis que eu estarei convosco todos os dias até o fim dos tempos”.
 
Desde o início do cristianismo, todos os que pediam o Batismo sabiam muito bem que para ser cristão é preciso dar prosseguimento à obra de Jesus.  Só é cristão de verdade aquele que cumpre esta ordem de Jesus.
 
Também hoje, para ser cristão de verdade é essencial testemunhar Jesus com palavras e ações.
 
A maior finalidade da existência da igreja cristã é testemunhar Jesus Cristo com obras e palavras.
 
Praticar o Evangelho é ótimo, mas não basta.  É preciso também testemunhar com palavras o que se vive.
 
Os bons exemplos são importantíssimos.  Mas sem palavras, podem passar despercebidos e produzir pouco efeito.  Porém, pregar e não testemunhar na vida prática, não vale nada.  
 
O nosso testemunho deve ser com obras e palavras.
 
Se isto vale para qualquer cristão, católico ou evangélico, vale mais ainda para o cursilhista que teve a graça de abrir os olhos no Cursilho.
 
Jesus disse que todo cristão é sal da terra e luz do mundo.  Todo cristão precisa iluminar e dar sabor à vida.
 
Infelizmente muitos cristãos são luzes apagadas e lâmpadas queimadas e sal sem sabor.
 
Amigo cursilhista, achas difícil ser testemunha?  Não sabes como fazer?
 
É fácil: escuta a voz de Deus através da Igreja: participa das Ultréyas e da Escola Vivencial e teus irmãos te ensinarão como fazer com palavras e seus exemplos.  
 
Coragem.  Jesus te chama.  Responde-lhe: “Senhor, estou aqui; conta comigo”.
 
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade