DATA DE PUBLICAÇÃO: 24/10/2017
- Diminuir + Aumentar

Mater ecclesiae: Ainda, o Círio de Nazaré

 
Amigos leitores e fiéis devotos, estamos vivendo ainda, com "Maria, a estrela da Evangelização",  “o espírito” do Círio deste 2017, que dentre em breve se acabará, e nos questionamos: COMO UMA IMAGEM TÃO PEQUENINA ATRAI UMA MULTIDÃO TÃO EXPRESSIVA? Nós nos fazemos como [Maria] tão pequenina na berlinda que atrai tantos olhares, tanta gente de diversas raças, culturas, religiões, credos, pagãos e até sem fé e religião, porque não?! E até curiosos que acorrem à sua berlinda e se ´apinham´ para vê-la passar, qual lemos no Evangelho, até nas árvores subimos para ver a mãe do céu que passa diante de nós. Ninguém escapa aos olhos da Virgem, todos a vêem. Pequenina imagem, grande devoção, grandiosa multidão. Assim como Maria cantou no seu Magnificat "todas as gerações me chamarão bendita”! E com o autor lemos e vemos “... Mar de gente...”. Plácido a encontrou e nós a Reencontramos em nós?!
 
O Círio não é nosso, é “DELA” que é o ícone principal de tão excelsa festa e Ela nos conduz a ELE, por MARIA vamos ao CRISTO! Círio não é NATAL de Paraenses, Cirio é CIRIO, e Natal é NATAL. Maria não é [nazinha e nem nazica], ah bom é que somos afetuosos ...? não, podemos nos tornar desrespeitosos disfarçados de afetivos sem nenhuma afetividade,  ela é a MÃE DE DEUS, AUGUSTA SOBERANA, SENHORA DOS CEUS E DA TERRA, AQUELA QUE PORTOU E TROUXE O SALVADOR. Maria, se observarmos, traz nos braços o Cristo que traz consigo o Globo, o mundo, o cosmos! Senhor que rege o mundo e para onde tudo converge, a pedra angular do Evangelho, portanto! Que também nós não rejeitemos a pedra angular, mas a acolhamos em nossa vida, o fruto bendito da Virgem Maria! 
 
Pequenina sim, Deus se faz pequeno para nos enriquecer, se faz pequeno para nos engrandecer! E então poderíamos de novo perguntar como Ela atrai uma multidão de tamanha expressão! Sendo Mãe de Deus se coloca ao lado da humanidade sofrida, está tão próxima dos homens para ficar mais unida a Deus. O Olhar penetrante e contemplativo da Virgem é um convite a peregrinar. Peregrinos, não existe o caminho, ele se faz ao caminhar! Peregrinar, já que concluímos nossas pequenas peregrinações para fazer a grande do Círio, e da quinzena, peregrinar é sair de nossa comodidade e ir ao encontro do Senhor [Papa Francisco fala duma Igreja em saída, ir ao outro e não esperá-lo em nossos gabinetes] para que um dia o contemplemos face a face e como nos diz a consagração a Nossa Senhora ‘ver teu rosto, Ó Maria, e contemplar o amor infinito de teu Filho Jesus’!
 
Tão pequenina na berlinda, seguindo o povo e este a olhar, a chorar, a pedir, a agradecer e aclamar, Ó Virgem Santa, Santíssima, formosa e bela que exala o perfume, o odor, a santidade que une todos os filhos na seiva do amor e da verdade, na corda que alimenta qual cordão umbilical a todos dando o alimento, o sustento, o Cristo, a Eucaristia e a Palavra que salva e nos dizendo a cada dia “FAZEI TUDO O QUE ELE VOS DISSER”!
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade