DATA DE PUBLICAÇÃO: 27/10/2017
- Diminuir + Aumentar

Mundo juvenil e a fé cristã: Aspectos do perfil da jovem Maria (parte 2)

 

Na conclusão da Festividade do Círio 2017, o nosso arcebispo Dom Alberto Taveira Correa, anunciou o tema do Círio 2018: “Uma jovem chamada Maria”. O tema foi acolhido com grande alegria, sobretudo, pelo setor juventude da Arquidiocese de Belém. Veio numa hora muito oportuna!
 
Na próxima série de reflexões nesta coluna, vamos propor um caminho de aprofundamento das motivações pelas quais o nosso arcebispo anunciou esse tema e não outro! 
 
Temos grandes motivações eclesiais e civis para centrar a nossa atenção sobre a juventude no próximo ano. O tema nos convida a ir além do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Por enquanto vamos continuar o profundamente do perfil da jovem Maria de Nazaré. 
 
Visão distorcida e maldosa
Conforme já alertamos, a nossa devoção à Nossa Senhora se empobreceria se ficássemos presos à imagem. E quem dessa forma, está na prisão da ignorância. Nesses dias, lendo um artigo de um não-católico, percebi que com sutileza e tanta pobreza de conteúdo teológico, nas entrelinhas, tentava desqualificar a grandeza de Maria.
 
Então me perguntava a mim mesmo: por que a figura de Maria gera tanta inquietude em certos grupos?Porque, doentiamente, tentam rebaixar a figura daquela que disse “todas as gerações me chamarão bem-Aventurada” e saudada por Isabel como a “bendita és tu entre as mulheres”? Por que, esquizofrenicamente, enaltecem o filho e rebaixam sua mãe? Há claramente uma atitude biblicamente desonesta e violenta! Por acaso,Jesus alguma vez para afirmar a sua grandeza única, desprezou a sua mãe?Por quê são cegos em relação às virtudes de Maria e enaltecem alguns valores de Abraão, de Isaac, Jacó, Gideão, Samuel, Moisés, Salomão etc.? Que desproporcionalidade!
 
Todavia, o efeito dos ataques é totalmente contraproducente; a melhor resposta está na mente, na linguagem, na vida, no afeto e no coração do povo que acolhe respeitosamente a Palavra de Deus, sem manias seletivas e ama a mãe de Jesus! Por isso, com remorso, os sacerdotes que o digam, são poucos os “protestantes”, que ao final da vida, atormentados por remorsos e voltam à Igreja Católica e morrem Católicos pedindo perdão por tanta agressividade. No Céu está Maria, a mãe de Jesus, e quem quer ir para o Céu, esteja em comunhão com ela e com seu Filho.
 
Por isso, caros leitores, sigamos adiante, como bons filhos de Maria, irmãos de Jesus o nosso Salvador, a profundando o perfil da Jovem Maria.
 
Maria, uma jovem comprometida 
Maria é uma jovem, cidadã, virgem, COMPROMETIDA: era noiva de José...!
- Significa que tinha sonhos, que acreditava na família e em seus valores!
- Significa que tinha um sério projeto de vida... Soube dizer ”não” ao presenteísmo, tinha olhos voltada para o futuro! 
- Maria não teve medo do futuro, não teve medo de tomar decisões, de entregar-se ao serviço de Deus e servir aos necessitados! Solidária!
- A jovem Maria tinha um projeto de vida: era noiva de José...! Queria casar-se!
- Significa que tinha sonhos, que acreditava na família e em seus valores!
- Significa que soube dizer ”não” ao presentismo, ao imediatismo,hedonismo (drogadição) tinha olhos voltada para o futuro com seriedade!
- Maria não teve medo do futuro, não teve medo de tomar decisões, de entregar-se ao serviço de Deus e servir aos necessitados! Solidária!
 
1 Maria ORANTE: eladialoga com Deus! Conversou com o anjo Gabriel, mensageiro de Deus! 
- Escuta atentamente a mensagem de Deus;
- Ela acolhe e reflete sobreo significado da Palavra de Deus! 
- Ela é uma jovem de Oração! Faz a experiência da Leitura Orante da P. de Deus. Em sua oração (magnificat) reconhece as maravilhas de Deus em sua vida, na vida do seu povo e na história da humanidade!
2 Maria, uma jovem ESTUDANTE DA PALAVRA
- Jovem que escuta a voz de Deus e a medita;
- Maria é a jovem da virtude da Meditação, da reflexibilidade... 
- Maria não é uma jovem dispersa – fenômeno da dispersão, vazio existencial...
- O fenômeno da impulsividade leva muitos jovens à violência, ao vício... 
- O mal do ativismo, do produtivismo, do utilitarismo... da cultura da aparência!
- Para que estudar? 
 
3 Maria é, SANTA: o anjo a cumprimenta como Cheia de graça!.
- Ela é cheia da ação do Espírito de Deus!Vive em Estado de santidade, é preservada do mal, do pecado, da maldade... Vive sem vícios!
- Ela experimenta uma santidade ativa, santidade dinâmica, santidade empreendedora, santidade inquieta, santidade missionária!
- Maria erauma jovemvirtuosa, tinha valores, era contida, casta, disciplinada, preservada, íntegra...
- Tinha um ideal de vida, sensibilidade moral, senso crítico...
- Os jovens e a corrupção... 
Maria, uma jovem SANTA
- O anjo a cumprimenta como “Cheia de graça!”.
- Ela é cheia da ação do Espírito de Deus!Vive emEstado de santidade, é preservada do mal, do pecado, da maldade... Vive sem vícios!
- Ela experimenta uma santidade ativa, santidade dinâmica, santidade empreendedora, santidade inquieta, santidade missionária!
- A Santidade juvenil é possível: acompanhamento, leitura da Palavra de Deus, frequência aos sacramentos, oração pessoal, missionariedade, caridade, serviço...testemunho de vida na família e com os colegas!
 
4 Maria, jovem capaz de DOAÇÃO E SACRIFÍCIO
- A disponibilidade para o serviço: foi depressa visitar Isabel!
- A experiência do sacrifício: o caminho, montanha, desertos, fadigas...
- A beleza da experiência do voluntariado juvenil;
- Santidade e martírio...
- Os santos sacrifício de cada dia: a santidade do cotidiano – Cumprir bem os deveres, estar alegres, ser solidário... 
 
5 Maria, uma jovem SENSÍVEL E SOLIDÁRIA
- Maria é uma jovem profundamente sensível aos outros; 
- É capaz de perceber necessidades – ajuda Isabel...
- Quando adulta – mãe, percebe a carência de vinho em Caná...
- É corresponsável por grandes processos de mudanças...
- Maria denuncia o egoísmo, a inércia e o comodismo de muitos jovens de hoje...
Maria, uma jovem PROTAGONISTA (capaz de boas iniciativas)
- Maria é uma jovem que vive a experiência de um sadio protagonismo juvenil;
- Ela é capaz de sempre tomar boas iniciativas; é uma jovem rica de espírito de iniciativa; 
- Trata-se de um protagonismo de comunhão, não conflita... 
 
Maria, uma jovem DISCÍPULA MISSIONÁRIA
- É a jovem modelo do discípulo missionário;
- Maria, antes de tudo põe à escuta e assimila a Palavra de Deus;
- Maria, disponível, torna-se grávida, deixando Jesus crescer no seu ventre;
- A jovem Maria, grávida, sai de casa, enfrenta desafios e vai ao encontro de  Isabel;
- Precisamos de jovens evangelizando jovens... em todos os ambientes, mas precisam conhecer a pessoa de Jesus Cristo... É o papel da catequese e dos catequistas. 
 
6  Maria, uma jovem profetiza 
- “Todas as gerações me chamarão bem-aventurada” (Lc 1,47);
- É profetiza da alegria e da Esperança;
- Maria é profetiza da nossa futura plena comunhão com Deus! 
- Saber ler e interpretar com otimismo da história da humanidade (magnificat).
 
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade