DATA DE PUBLICAÇÃO: 25/10/2018
- Diminuir + Aumentar

A Paz Inquieta estreia no Círio Musical

Foto: Divulgação
 
O público é variado, mas o desejo é o mesmo: se deixar evangelizar pela música católica. A  experiência vem sendo vivenciada desde a abertura do Círio Musical, na Concha Acústica, na Praça Santuário, a partir das 20h. Várias atrações musicais vêm se apresentando desde a abertura, no dia 14. Neste domingo, dia 28, no encerramento da quadra nazarena, ocorre a apresentação da Banda Musical Paz Inquieta, do município de Castanhal. 
 
A banda existe há  uma década e foi escolhida após o Concurso Musical Círio 2018, promovido pelo Setor Juventude da Arquidiocese de Belém, no mês de agosto, para se apresentar na Concha Acústica, durante o Círio Musical, na noite de encerramento da Festividade do Círio de Nazaré, no mesmo palco ocorre a apresentação de bandas conhecidas nacionalmente no cenário da música católica. 
 
A Banda Paz Inquieta é mais um exemplo de tantas bandas que iniciaram tocando nas missas. O nome busca transmitir o encontro com Deus, pois o encontro afasta do comodismo, do conformismo. Então, o encontro com Deus é uma paz que incomoda, não é um paz que te deixa acomodado, ou seja, você não se conforma com as coisas, você ajuda as pessoas, você se oferece, você se gasta e é algo que te dá paz, daí o nome Paz Inquieta.
 
Segundo o vocalista, Ramon Loreno, que está desde o início da formação, destaca a participação no evento como algo importante. “É uma honra porque no Círio Musical são grandes artistas nacionais e nós como representantes da música paraense ficamos agradecidos em fazer parte desta festa que é o Círio”, disse. Ele destacou a iniciativa do Setor Juventude como uma grande oportunidade para bandas existentes no Estado do Pará: “Todo artista precisa de uma oportunidade, aqui na nossa região nós temos muitos e bons artistas que só precisam de uma oportunidade. A gente se sente representando as outras bandas, que também participaram do concurso”. 
 
O ritmo da banda é mesclado com brega e cumbia, ou seja, uma identidade tipicamente paraense levando a mensagem do Evangelho com o rosto da Amazônia. Segundo Loreno, o  público pode esperar durante o show um repertório variado com musicas autorais, visando transmitir mensagens de fé e de alegria, com brega, carimbó,  guitarrada do Pará, tudo isso com a mensagem do Evangelho.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade