DATA DE PUBLICAÇÃO: 06/12/2018
- Diminuir + Aumentar

Setor Juventude promove confraternização no Centro Juvenil

Foto: Divulgação.
 
Nos dias 15 e 16 deste mês o Setor Juventude da Arquidiocese de Belém promove no Centro Arquidiocesano de Pastoral Juvenil (CAPJ) o “Planejar 2019”, evento que culmina todas as atividades do setor em 2018. Com partilhas, debates, santa missa e formação, a programação contará ainda com confraternização para celebrar as conquistas do ano que passou.
 
A programação inicia-se às 8h do sábado, 15, com acolhida e acomodações dos participantes. A partir das 9h, haverá a discussão do Sínodo da Juventude com término ao meio-dia para o almoço. Às 14h, haverá construção da agenda do Setor Juventude para 2019 com as atividades, programações e eventos. Ainda no dia haverá a partilha de experiências, jantar, noite festiva e oração da noite.
 
No domingo, 16, celebração eucarística às 17h, presidida por Dom Antônio de Assis Ribeiro, um dos bispos auxiliares de Belém e bispo responsável pela juventude. Em seguida, café da manhã será oferecido aos participantes. Após o mutirão de limpeza e a manutenção do CAPJ previsto para às 9h, o encerramento será com almoço musical. Devem participar as lideranças das expressões juvenis (movimentos, novas comunidades, pastorais, congregações) bem como as lideranças das instâncias eclesiais, no caso, as lideranças dos conselhos juvenis das regiões episcopais.
 
Para André Ribeiro, da coordenação do Setor Juventude, de modo geral, este será um momento de formação, confraternização, planejamento e construção da agenda pastoral do Setor Juventude - Ano 2019: “dentro dessa programação teremos um dialogo mediado por Dom Antônio, sobre o documento final do XV Sínodo dos Bispos cujo tema “Os Jovens, a fé e o discernimento vocacional” e as perspectivas pastorais pós-Sínodo. De forma prática, este diálogo, bem como as avaliações e conclusões da 2° Assembléia Arquidiocesana, servirão de base para a construção da agenda pastoral, devendo ainda levar em consideração este momento de preparação para o Sínodo sobre a Pan-Amazônia.”
 
Avaliação
 
Como avaliação também o evento abordará todas as atividades realizadas ao longo de 2018, previstas com o Projeto Educativo Pastoral. Uma das atividades foi a realização de Santa Missa mensal para toda juventude em uma região episcopal, como prevê o eixo 2 da Comunhão do Projeto educativo. Em março iniciou-se o Projeto de Leitura Orante, dentro do eixo Espiritualidade, que, desde então, vem ocorrendo uma vez ao mês na capela da Escola Salesiana do Trabalho. O programa consiste em um processo de estudo, reflexão e aprofundamento da da Palavra de Deus. No dia 3 de novembro ocorreu o último encontro de 2018.
 
Outro evento que marcou o calendário do Setor Juventude foi a Jornada Diocesana da Juventude, ocasião em que os jovens refletiram o tema “Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus!” (Lc 1,30). O evento, convocado pelo santo padre, o Papa Francisco, ocorreu no Domingo de Ramos em preparação à Páscoa. A juventude participou também da Vigília de Pentecoste, realizada em maio em nível arquidiocesano. Na ocasião, 150 jovens atuaram na animação e acolhida dos fiéis no evento realizado na Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho.
 
Outro marco para o Setor Juventude foi a inauguração do Centro Arquidiocesano de Pastoral Juvenil – CAPJ, no dia 4 de agosto. O espaço, local da confraternização, é destinado à formação humana e pastoral para os jovens da Arquidiocese de Belém participantes do Setor Juventude.  Recentemente, o Setor Juventude mobilizou diversos jovens no Círio 2018 cujo tema “Uma jovem chamada Maria”. A mobilização constou de cinco grandes eixos: Catequese e Formação, Expressões Artísticas Juvenis, Voluntariado Social Juvenil, Animação Missionária e Celebrativo.
 
Segundo André Ribeiro, o ano de 2018 traduziu-se na palavra vivacidade e com todos os sinônimos positivos que esta palavra carrega: “Deus foi surpreendentemente atencioso, paciente e generoso para com os jovens do mundo inteiro, e em especial para com os jovens da Arquidiocese de Belém. Os jovens, por outro lado, deram uma resposta alegre, dinâmica, enérgica, projectual, vigorosa, séria, vocacional, pastoral, social e cristã, característica própria do jovem que vive a alegria do Evangelho.”
Ele conclui: "no entanto é necessário “voar mais alto”. A conjuntura exige que nós todos sejamos revolucionários! É necessário estarmos animados por uma inquietude pastoral, que nos leve a ser mais ousados. A igreja conta conosco, Cristo conta conosco (Mt. 9,36-38).”
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade