DATA DE PUBLICAÇÃO: 07/02/2019
- Diminuir + Aumentar

Formatura da primeira turma do curso de Filosofia da Faculdade Católica de Belém

Foto: José Lucas/ ASCOM São PIo X
 
Em Ananindeua, na última sexta-feira, 1°, uma missa em Ação de Graças foi celebrada pela formatura dos 44 alunos da primeira turma de Filosofia da Faculdade Católica de Belém, na matriz da Paróquia de São Pio X, em Águas Lindas. A Celebração Eucarística foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém e Grão Chanceler da Faculdade, Dom Alberto Taveira Corrêa e concelebrada por Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispos Auxiliares de Belém, pelo cônego Vladian Silva Alves, diretor geral da Faculdade e demais representantes do clero da Arquidiocese de Belém. Estavam reunidos também familiares, amigos e responsáveis das casas de formação das várias dioceses e novas comunidades.
 
Após a celebração iniciou a cerimônia de formatura do curso de bacharelado em Filosofia. A mesa foi presidida pelo diretor geral da Faculdade, Cônego Vladian Alves e contou com a presença de Dom Alberto Taveira Corrêa, Dom Antônio de Assis Ribeiro e demais professores da instituição. Esta é a primeira formatura realizada na Faculdade, que teve início em 2016 com os cursos de Filosofia e Teologia. Segundo Dom Alberto, a formação faz bem à Igreja e à sociedade: “Onde se desenvolve a paixão pela verdade nós sabemos como a Igreja abençoa e, a Igreja sempre colocou para a formação dos sacerdotes a necessidade da busca filosófica, que é exatamente essa paixão pela verdade e isso faz muito bem aos que estudam, faz muito bem a Igreja e faz bem a sociedade”. 
 
Segundo cônego Vladian Alves, diretor geral da Faculdade, a turma que se forma é a pioneira dentre tantas que celebrarão este momento. “Este ato solene hoje de Outorga de Grau de Bacharel em Filosofia marca mais um tempo nesse processo, posso dizer que essa é a primeira turma de Filosofia da Faculdade Católica de Belém e em breve a primeira de Teologia. Então esta turma se torna a pioneira dentre tantas outras que vão celebrar esse momento. Marca a confirmação dos passos dados nesse itinerário acadêmico e, certamente, contando com as bênçãos das providências de Deus a faculdade começa a se consolidar e, também, exercer a sua missão”, disse.  
 
E conclui, acerca da contribuição da Faculdade na vida dos seminaristas. “Esperamos que esses jovens, a maioria seminaristas, possam de fato tendo este conhecimento filosófico se inserir na vida da sociedade, na vida eclesial com uma formação filosófica que nos dá meios e instrumentos de ver o mundo. Penso que é uma qualificação que se faz necessário, que ajuda no trabalho, na evangelização, na missão, na formação permanente também de outras pessoas”, disse o diretor.
 
O sonho de 44 pessoas se tornou realidade após três anos de estudo, empenho e dedicação durante a vida acadêmica na Faculdade Católica de Belém. Para o formando Silas Ferreira, a formação alicerçou o caminho ao sacerdócio e contribuiu para formação crítica. “É um sonho dos Bispos do Regional e também nosso, claro, e apesar nesse período com dificuldades foi muito proveitoso para cada um de nós seminaristas e leigos que estudaram com a gente e que a cada dia mais fomos aprendendo a amar também os estudos filosóficos para que pudesse ajudar cada vez mais a formação, nós que estamos caminhando rumo ao sacerdócio e ajudou cada vez mais a termos um pensamento crítico”, ressaltou. 
 
Segundo Adevando do Nascimento, formando, as perspectivas são as melhores: “Eu espero nos próximos anos momentos de lutas e de aprendizado também, assim com a Filosofia me abriu novos horizontes, creio eu, que a teologia, esse contato direto com o divino, com os desígnios de Deus, onde nós vamos descobrir muitas coisas, assim como na Filosofia tivemos um olhar reflexivo da sociedade e do mundo”. 
 
Histórico
 
A Faculdade Católica de Belém tem sua origem entrelaçada com a intenção da Arquidiocese de Belém do Pará, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil do Regional Norte 2 – CNBB-N2 de, em continuidade à criação do Seminário São Pio X, do Instituto Regional para Formação Presbiteral – IRFP e do Centro de Cultura e Formação Cristã – CCFC, persistir na função de educar de forma integral, visando formar lideranças, sobretudo regionais, comprometidas com um projeto de desenvolvimento sustentável para a Amazônia, estruturado à luz da fé católica.
 
As mudanças decorrentes da Lei no. 9.394/1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação – LDBEN) e dos Pareceres do Conselho Nacional de Educação, que dificultaram os procedimentos de convalidação dos estudos seminarísticos, levaram na época, o então Senhor Arcebispo de Belém, Dom Orani João Tempesta, a apoiar e incentivar a ideia da criação de uma Instituição de Ensino Superior que oferecesse, oficialmente, os cursos de Filosofia e de Teologia. Em vista disso, se criou na Arquidiocese o Instituto Dom Vicente Zico – INVIZI, assim denominado em homenagem à figura carismática, exemplo de vida pastoral, a serviço da fé católica, do Arcebispo Emérito de Belém, que passou a ser oficialmente a Entidade Mantenedora da Faculdade Católica de Belém.
 
Ao assumir em 2010 a Arquidiocese de Belém do Pará, o Senhor Arcebispo Dom Alberto Taveira Corrêa deu continuidade e encaminhou todo o processo a uma consultoria, o que tornou possível a implantação da Faculdade Católica de Belém, em 21 de junho de 2016 conforme portaria no 521, celebrando os 400 anos da cidade de Belém e da Evangelização em solo amazônico.



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade