DATA DE PUBLICAÇÃO: 04/04/2019
- Diminuir + Aumentar

Igreja de Belém realiza "24 horas para o Senhor"

Foto: Luiz Estumano.
 
Promovida internacionalmente pelo Pontifício Conselho para a promoção para a Nova Evangelização, foi realizada as “24 horas de Oração para o Senhor” nos dias 29 e 30 de março, na Igreja das Mercês, no bairro do Comércio. A iniciativa do Papa Francisco, em sua sexta edição, com o tema “Nem eu te condeno” (Jo 8, 11), acontece no período da Quaresma, momento que a Igreja do mundo inteiro é convidada para um momento forte de Vigília e Adoração ao Senhor.  
 
A jornada de oração ocorreu pela primeira vez em 2014, a pedido do Papa Francisco, em Roma. Desde então, a iniciativa é uma realidade nos cinco continentes. Em cada diocese, uma Igreja ficou aberta por 24 horas, favorecendo o momento de profunda oração. Em Belém, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, indicou a Igreja das Mercês para sediar a iniciativa, em nível arquidiocesano, que iniciou às 17h da última sexta-feira, 29, seguindo até às 17h do sábado, dia 30 de março, cujas horas foram marcadas com Santa Missa, Adoração ao Santíssimo Sacramento, Via-Sacra e pregações.
 
A programação das “24 horas para o Senhor” na Igreja das Mercês iniciou às 17h com Santa Missa, presidida pelo reitor da Igreja das Mercês, cônego Antônio Beltrão. Em seguida, Adoração ao Santíssimo Sacramento, Celebração Penitencial, Via Sacra, Pregação sobre conversão e Adoração ao Santíssimo Sacramento. A programação religiosa foi prosseguida com Santa Missa, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa. Em seguida, a programação seguiu durante a noite e a madrugada, assim como na manhã do sábado, dia 30, sendo concluída à tarde às 17h, com Santa Missa de encerramento, presidida por Dom Irineu Roman, um dos bispos auxiliares de Belém.   
 
O cônego Antônio Beltrão, reitor da Igreja das Mercês, destacou a iniciativa realizada durante a Quaresma: “Ela vem justamente para nos convidar a essa introjeção maior para que diante do Senhor possamos nos encontrar com Ele e fazer a nossa experiência de revisão de vida, de oração e tornar mais fecunda a voz d’Ele, então ouvir melhor a voz do Senhor fazendo essa parada, e a  Quaresma é justamente para isso, retirar-se como a gente sempre diz. Falar em retiro retirar-se, mas também esse retirar-se não é ir a um lugar a parte, mas no sentido de buscar dentro de si as coisas que talvez estejam ali atrapalhando nesse processo de crescimento pessoal, espiritual e nesse tempo e com esse exercício das 24 horas para o Senhor, detectar isso e, com a ajuda Dele fazer essa retirada, aí sim a Quaresma vai ter um sentido bem mais e expressivo e esse foi o desejo do Papa Francisco quando ele começou há seis anos atrás essa iniciativa”.
 
E conclui falando acerca da temática proposta para este ano: “É o olhar de Deus para Madalena. Nem eu te condeno! Ou seja, nem eu que sou Deus te condeno, então Eu te concedo a misericórdia. Então, Ele reforça essa relação próxima entre Deus e seu povo com aquele olhar de misericórdia, com aquele olhar de reconciliação e, sobretudo, com o desejo de que cada um se encontre e possa dar aquele passo importante pra poder a vida ser ainda sinal da presença e do amor de Deus que já está em todas as pessoas”. 
 
No Vaticano
 
O Papa Francisco presidiu a Celebração Penitencial de abertura da iniciativa “24 horas de Oração para o Senhor”, na última sexta-feira, 29, na Basílica de São Pedro, às 17h, no horário de Brasília às 13h.  Na homilia, o Papa Francisco utilizou a interpretação de Santo Agostinho “ficaram apenas eles dois: a mísera e a misericórdia”, para comentar o Evangelho de São João (8, 1-11): “Para Ele, antes do pecado, vem o pecador. No coração de Deus, eu, tu, cada um de nós vem em primeiro lugar; vem antes dos erros, das normas, dos juízos e das nossas quedas. Peçamos a graça de um olhar semelhante ao de Jesus; peçamos para ter o enquadramento cristão da vida: nele, antes do pecado, olhamos com amor o pecador; antes do erro, o transviado; antes do caso, a pessoa”, disse.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade