DATA DE PUBLICAÇÃO: 07/06/2019
- Diminuir + Aumentar

Colunista: José Ramos

  SANTO ANTÔNIO DE LISBOA OU DE PÁDUA?

     Tentando responder à pergunta do título, formulada por um amigo, fui fazer uma pesquisa e encontrei que Sto. Antônio nasceu em Lisboa, dia 13 de junho de 1.195, portanto o há 824 anos, mas nunca foi esquecido.

Batizado com o nome de Fernando entrou por vontade própria aos 13 anos de idade, para o convento dos Agostinianos da capital portuguesa, transferindo-se após, para o de Coimbra, onde ficou durante dez anos. De
índole introvertida, e muito estudioso, no silêncio e na oração aprofundou sua cultura Teológica. Era amigo dos Franciscanos que viajaram como missionários para a região de Marrocos, onde em 1.220 foram martirizados. Quis também ser missionário e pediu a transferência para a Ordem dos Franciscanos, o que obteve, adotando o nome de Antônio. Na viagem com um companheiro de hábito sofreu um naufrágio e foi bater na costa da Sicília, quando Francisco estava convocando um grande capitulo geral da Ordem, em Assis.

     Antônio participou de tudo quase como incógnito, escondido na sua humildade. Ao final ficou como auxiliar de uma das menores comunidades, chamada Forli, da Província de Romagna, onde ocorreu a Ordenação de novos Irmãos.

     Na falta do Orador escalado, deram a função ao Frei Antônio, que na sua humidade subiu ao púlpito e encantou a todos. “A palavra do Santo dirigiu-se contra a heresia, a corrupção dos costumes e a usura. Muitas inimizades foram exterminadas e muitos encarcerados alcançaram a liberdade, por seu intermédio.... As Igrejas eram pequenas para comportar o povo que lhe afluía às prédicas”. (Conf. “Na Luz Perpetua”, Vol.1,Pag.503).

     Será que esses textos não serviriam para as nossas necessidades atuais?!

     Continuarei na próxima semana.
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade