DATA DE PUBLICAÇÃO: 22/08/2019
- Diminuir + Aumentar

Encontro sobre ‘instrumentum laboris’ do Sínodo para a Região Pan-Amazônica

 
 
Com organização da Comissão Episcopal Especial para a Amazônia/CEA, apoio da Rede Eclesial Pan-Amazônica/REPAM-Brasil, a Arquidiocese de Belém efetua,  de 28 a 30 deste mês, no Centro de Espiritualidade Monte Tabor, em Icoaraci, o estudo do Documento de Trabalho (Instrumentum Laboris) do Sínodo para a Amazônia. Ele será o último encontro antes do evento sinodal em outubro próximo. Dele participam  todos os bispos titulares e auxiliares das 56 dioceses e prelazias da Amazônia Brasileira, leigos, religiosos e lideranças dos seis regionais da CNBB ( Norte 1, Norte 2, Norte 3, Nordeste 5, Noroeste e Oeste 2), que deverão contribuir com as vozes das realidades e na interlocução com os bispos.

Participarão também o Cardeal Dom Cláudio Hummes, presidente da CEA e da REPAM, relator do Sínodo para a Amazônia e coordenador do evento, Dom David Martinez de Aguirre Guiné, Bispo de Puerto Maldonado, no Peru, e Padre Michael Czerny, subsecretário da Seção Migrantes e Refugiados para o Serviço de Desenvolvimento Integral Humano, nomeados secretários do Sínodo para a Amazônia, e Dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

Além deles, também participarão Cristiane Murray, da secretaria do Sínodo e vice-diretora da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alfredo Ferro, de Letícia, na Colômbia, da equipe de assessores da REPAM internacional e assessores da REPAM-Brasil.

Todos eles deverão chegar à capital paraense na próxima terça-feira, 27, para, no dia seguinte, quarta, 28, iniciarem os trabalhos logo cedo, às 6h30, com oração, promovida pela secretaria executiva REPAM-Brasil. Após o café, apresentação dos participantes e sessão de abertura com Dom Cláudio Hummes, Dom Walmor Oliveira, Dom David Martinez, Padre Michael Czerny, Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano e vice-presidente do Regional Norte 2, e Dom Bernardo Johannes Bahlmann, presidente do Regional Norte 2.

Logo em seguida, acontecerá a contextualização histórica do Sínodo, ministrada pelo Padre José Oscar Beozzo. Após partilhas, trabalhos em grupos, plenárias e escutas, haverá celebração eucarística, às 18h, com transmissão da Rede Nazaré de Televisão e Portal Nazaré.

Na quinta-feira, 29, a programação inicia-se com Santa Missa, às 6h30, e, após um longo dia de novas discussões e deliberações, noite cultural. Na sexta-feira, 30, haverá celebração eucarística e envio, às 6h30, café da manhã, captadores, trabalhos em grupos, plenária e encaminhamentos finais.

Documento de Trabalho

Publicado oficialmente em junho deste ano em três idiomas (Espanhol, Italiano e Português) o Instrumentum Laboris consta de 147 pontos estruturados em 21 capítulos separados por três partes. A primeira parte entitula-se  “a voz da Amazônia” e tem a finalidade de apresentar a realidade do território e de seus povos.

O texto estrutura-se com base nas três conversões às quais nos convida o Papa Francisco: a conversão pastoral, à qual nos chama com a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium (ver-escutar); a conversão ecológica, com a Encíclica Laudato Si’, que orienta o rumo (julgar-atuar); e a conversão à sinodalidade eclesial, com a Constituição Apostólica Episcopalis Communio, que estrutura o caminhar juntos (julgar-atuar).
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade