DATA DE PUBLICAÇÃO: 05/12/2019
- Diminuir + Aumentar

Lançado o cartaz da festa de Santa Maria Mãe de Deus

 
Comunidades eclesiais de base, setores de pastorais, movimentos eclesiais, colaboradores e os fiéis em geral reuniram-se no dia 1º de dezembro na Matriz da Paróquia de Santa Maria Mãe de Deus, no bairro do Maguari, em Ananindeua, para o lançamento do cartaz da 4ª festividade de sua padroeira, a acontecer de 24 de abril a 3 de maio de 2020. 
 
Padre José Maria Ribeiro, o pároco, apresentou os elementos que integram a arte do cartaz: “A arte do cartaz da festividade de Santa Maria Mãe de Deus é o resultado da reflexão de um projeto iniciado em 2016, cujo fundamento é a acolhida e a missão. Na festividade de 2019 a principal motivação foi a ‘Igreja em saída”.
 
A festividade do ano de 2020, prossegue o padre, é a Igreja que acolhe, caminha em conjunto e escuta, motivada pelo Sínodo para a Amazônia e o I Sínodo da Arquidiocese de Belém (15/11/2019 a 28/06/2020). Por isso o tema inspirador da 4ª festividade é ‘Com Santa Maria, Mãe de Deus, somos Igreja de portas abertas’. A frase está afirmando que somos uma Igreja de portas abertas”, explica o sacerdote.
 
Associada ao que diz o tema do I Sínodo Arquidiocesano (Belém, de porta abertas), a festividade de Santa Maria Mãe de Deus “implica em aperfeiçoar as relações enquanto seres humanos uns com os outros, entre as comunidades, setores de pastorais e com o meio ambiente”, continua padre José Maria.
 
“A expressão portas abertas indica que devemos estar sempre dispostos a acolher o outro sem discriminação, ódio e ressentimentos, independentemente de raça, cor, religião, etc”, segue explicando padre José Maria, “estar de portas abertas é pôr-se disponível para cuidar do outro, seja criança, adolescente, jovem, adulto ou idoso”. 
 
A vivência da experiência da acolhida comunitária durante a festividade ficará a cargo do Setor Pastoral Social, integrado pelos grupos da Cáritas, Pastoral da Criança, Pastoral da Pessoa Idosa, Pastoral da Comunicação, Grupo de teatro “Arte e vida” e Equipe de Esporte, Lazer e Cultura, os quais terão um papel importante no acolhimento e na inclusão social. 
 
A comunhão das forças vivas para a festividade 2020 é a caridade, diz padre José Maria: “Isso é viver a caridade: ‘A caridade deve animar a existência inteira dos fiéis leigos e, consequentemente, também a sua atividade política vivida como ‘caridade social’ (Deus Caritas Est, nº 29; Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, 2029-2023, 107).
 
O cartaz - Apresenta a fachada da igreja Matriz de Santa Maria Mãe de Deus com a porta central aberta e o povo que entra para escutar a Palavra, alimentar-se do Pão da Vida, inserir-se na caminhada do Povo de Deus pelo Batismo. Restaurar-se pelo abraço da misericórdia – o Sacramento da Reconciliação, ao sentir-se confirmado pelo Sacramento da Crisma, reanimar-se na fé pelo Sacramento da Unção dos Enfermos e consagrar seu amor pelo Sacramento do Matrimônio. A Paróquia de Santa Maria Mãe de Deus quer continuar exercitando a acolhida fraterna para que seja cada vez mais uma Igreja de portas abertas a todos!”.
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade