DATA DE PUBLICAÇÃO: 05/12/2019
- Diminuir + Aumentar

Comunidade arrecada doações para o “Natal das Ilhas”

Foto: Luiz Estumano.
 
A comunidade Mar a Dentro, uma das novas comunidades presentes na Arquidiocese de Belém, promove até a próxima sexta-feira, 13, uma campanha de arrecadação de alimentos, brinquedos novos e roupas usadas em bom estado para o “Natal das Ilhas 2019”. Serão confeccionadas 300 cestas básicas a serem distribuídas nas ilhas da região do Baixo Acará.
 
A Comunidade iniciou a campanha de arrecadação de itens no dia 9 de novembro passado. Mas não somente o pão, mas a catequese é trabalhada nessas ações de final de ano da Comunidade Mar a Dentro, explica Eliane Lourenço, membro da comunidade: “Nos sábados há formações de preparação para o dia do Natal e para que a partir de nós eles possam ter a experiência do verdadeiro Natal, que é o nascimento do Menino Jesus”.
 
O Natal das Ilhas acontece em quatro ilhas da região conhecida como Baixo Acará: Jutuba II, Ilha Longa, Jamaci e Outeiro, onde a comunidade mantém o projeto “Comunhão e Vida” em uma casa de missão. Cada Ilha terá um dia específico para receber a ação que constará de Santa Missa, animação, brincadeiras, teatro, lanche, além de entrega de brinquedos às crianças e de cestas com roupas às famílias cadastradas.

A ilha de Jutuba II será a primeira a ser contemplada, no dia 7, próximo sábado, e Outeiro, Distrito de Icoaraci, no dia 11, quarta-feira. No sábado, 14, será a vez da Ilha Longa e, encerrando, a Ilha de Jamaci, no domingo, 15.
A ação, que tem por objetivo promover um Natal mais digno às famílias ribeirinhas, teve início na arquidiocese em 2006, porém, já era realizada desde 1999 na sede da comunidade em Iturama, Minas Gerais: “A ação natalina nasceu em nossa sede com 20 famílias que eram de condições mais pobres e com as quais trabalhávamos a evangelização. No coração do nosso fundador, Dilben, havia o desejo de acolhê-los no dia do Natal para terem a experiência de um Natal Cristão”.
 
Ao realizar o evento nas ilhas, Eliane afirma que é uma alegria enorme por saber que muitos estão sendo ajudados: “É como estar cuidando do Cristo pobre e sofredor que está no irmão, mas também a graça de poder ajudá-los a compreender o mistério cristão do Natal e formá-los para uma vivência e responsabilidade na comunidade Cristã, na Igreja. E só é possível também porque muitos entenderam e entendem o chamado de servir e viver a caridade para com o próximo, que é feito por voluntários, amigos da ilha, e benfeitores que nos ajudam com doações”. 
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade