DATA DE PUBLICAÇÃO: 26/12/2019
- Diminuir + Aumentar

Ordenação presbiteral de Leonardo Matias de Carvalho, em Icoaraci

Foto: Luiz Estumano.
 
Familiares, amigos, formadores, paroquianos e, principalmente, o clero da região São João Batista estiveram na Matriz de Nossa Senhora de Fátima, em Icoaraci, no sábado, 21 de dezembro, para testemunhar a Ordenação presbiteral de Leonardo Matias de Carvalho, o último da turma de 2019. O Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa, com concelebração de Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar, presidiu o rito de Ordenação do novo sacerdote, fruto daquela paróquia.
 
A ordenação de Leonardo é a última de uma série de seis ordenações presididas por Dom Alberto, uma orionita e seis de padres diocesanos, motivo de graça imensa, conta o Arcebispo: “motivo de muita alegria, de muita felicidade para nossa Arquidiocese. Desejo que essas ordenações sejam também um grande sinal vocacional para que outros desejem servir a Nosso Senhor no caminho da Igreja para fazer o bem, para anunciar a Boa Nova do Evangelho, para construir comunidades vivas. Este é o sentimento que está no meu coração e também de muita gratidão a Nosso Senhor.”
 
Na homilia, após liturgia e apresentação do candidato, Dom Alberto abordou a vocação afirmando que trata-se de um apelo que Deus envia para cada pessoa e este se utiliza de quaisquer instrumentos para fazê-lo: “Deus faz outra pessoa para chamar, pode ser um sacerdote, um leigo, pode ser o pai ou a mãe, pode ser, até, a vida de uma igreja paroquial.” Depois dirigiu-se ao ordenado: “saiba agradecer pelos instrumentos utilizados que Ele ofereceu na sua vida. Por onde passar seja custódio, aquele que ama a Igreja”.
 
Leonardo, que é fruto da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, iniciou sua caminhada há dez anos como acólito, servindo o altar. Apesar de muito relutar, o neo-sacerdote discerniu pelo ‘sim’ confiante no que Deus planejou para sua vida: “Deus chama por aquilo que somos, na nossa essência, na nossa fé. Então acredito que Ele me chamou exatamente para sair de mim mesmo, para ser luz na vida dos outros representando essa simplicidade, humildade, a graça de ser um bom pastor, me configurando cada dia mais a Cristo que continua a chamar.”
 
Ele prossegue: “iniciei meu tempo vocacional de dois anos como missionário nas Novas Comunidades pelo movimento carismático para depois entrar diretamente no seminário em 2012. Fiz estágio na Paróquia de Benfica, em Cristo Peregrino, no Santuário de Fátima, na Pastoral Vocacional e atualmente em Cotijuba. Ano que vem minha missão será em Mosqueiro, como vigário paroquial.”
 
Muitas lutas foram travadas durante o tempo de estudo de Leonardo e coube aos pais, Lecy e Leonardo, darem o suporte necessário ao filho. A noite de sábado coroou todo esse tempo de formação: “foram sete anos na vivência no Seminário que a gente ia visitá-lo todos os meses e hoje já estamos aqui, é um sonho real. O amor que ele tem para com Deus é imenso e é uma satisfação muito grande hoje”, afirma a mãe. O pai recorda da persistência ao lado do filho, cultivando a vocação sacerdotal: “ficamos até sem palavras para expressar tudo isso. Foi muita luta, ele lutou muito e nós lutamos junto com ele nessa caminhada”
 
Padre Leonardo atualmente desempenha funções na Paróquia de São Francisco das Ilhas, em Cotijuba, auxiliando o pároco, Padre Joseíldo da Silva. Sua apresentação como Vigário Paroquial em Mosqueiro acontecerá no dia 10 de janeiro de 2020 durante Santa Missa na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Ó, presidida por Dom Irineu Roman, Arcebispo nomeado para a Arquidiocese de Santarém.
 
Seu lema sacerdotal “Eles no mesmo instante deixaram as redes e o seguiram” (Marcos 1, 18), segundo o neo sacerdote, é fruto do seu assentimento à proposta de Deus: “a gente não escolhe a missão, ela que vem a nosso encontro. A gente tem que dizer ‘sim,’ mesmo no escuro, mesmo não abarcando tudo que tem. Teu sim é garantia da tua felicidade, da harmonia com Deus e na Igreja. Eu não escolhi, eu fui conduzido diretamente a ele (lema sacerdotal) e o qual vivo permanentemente na missão nas ilhas.” A primeira celebração do Padre Leonardo ocorreu no domingo, 22, às 7h, na mesma igreja, a de Nossa Senhora de Fátima, onde tudo começou.
 



 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade