DATA DE PUBLICAÇÃO: 31/12/2019
- Diminuir + Aumentar

Orionitas celebram Jubileu de Ouro pela missão no Pará em 2020

 

 
Em 2020 a Congregação da Pequena Obra da Divina Providência também conhecida como Filhos da Divina Providência, ou, ainda, Orionitas, celebra sua chegada há 50 anos no município de Ananindeua, onde administra a Paróquia de Cristo Rei, na Guanabara. A partir deste mês uma série de celebrações, eventos e comemorações marcarão o ano destinado ao carisma deixado por São Luís Orione. 
 
A congregação fundada por São Luís Orione na Itália está no Brasil há mais de 100 anos e presente em mais de 30 países no mundo. O primeiro sacerdote orionita a chegar a terras amazônicas foi o Padre Remígio Corazza em 1970 que permaneceu apenas alguns meses até a chegada de outro sacerdote, Padre Pedro Lopes. Este preparou o terreno para a construção da primeira capela de pau-a-pique em honra de Sant’Ana. 
 
A então comunidade Sant’Ana era animada pelas irmãs Rainha dos Corações e sua área geográfica compreendia o bairro da Guanabara, que se estendia do entroncamento até o posto Jacaré como era conhecido nas proximidades do atual viaduto Mário Covas. Após uma forte chuva a construção ruiu e no mesmo lugar foi edificada uma nova capela que hoje é a Matriz da Paróquia de Cristo Rei e teve como primeiro pároco, em 1972, Padre Hélio Frison.
 
Desde a década de 70 diversos sacerdotes orionitas passaram pela Paróquia de Cristo Rei, entre eles: Pe. Mário Scalco (1990-1995), Pe. Geraldo Ladislau (1995), Pe. José Vicente (1995-1999), Pe. Vanildo (2000-2001), Pe. Ridz (2002), Pe. José Maria (2003-2005), Pe. Vicente Lotte Cabral (2005-2016) e atualmente, o pároco, Padre Pedro Junior Vila Nova.
 
Com o desejo de despertar vocações para a Congregação foi criado o Seminário Menor Dom Orione em 1998 cujo primeiro reitor o Padre José Maria da Cunha. Desde então os Orionitas trabalham no despertar vocacional de nossos jovens. O Padre Miguel Duarte Góis é o primeiro Padre Orionita paraense, fruto da atividade missionária da paróquia.
 
Estes e outros momentos estarão em destaque durante todo o ano jubilar que se inicia no dia 5 de janeiro e se encerrará na festa de Cristo Rei, em novembro de 2020, explica Padre Pedro Júnior. A ideia é que o carisma esteja presente em todos os festejos e ações ao longo do ano: “Todos os eventos da paróquia serão centralizados no carisma orionita. Teremos em maio a Semana Orionita que se inicia com tríduo e contará com sarau. Ainda nesse mês teremos missão pela paróquia e em agosto faremos o encontro com jovens dentro do carisma orionita”. 
 
No próximo dia 5 haverá Santa Missa Solene na Matriz de Cristo Rei, às 19h, presidida pelo Padre Tarcísio Vieira, Superior Geral dos Orionitas. Durante a celebração ocorrerá descerramento do banner comemorativo, vídeo sobre a vida de São Luís Orione e, ainda, apresentação do grupo jovem. Após o ato litúrgico haverá noite cultural com apresentações dos projetos sociais e pastorais mantidos pela matriz e pelas comunidades como a Caritas e a Casa São Luís Orione.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade