DATA DE PUBLICAÇÃO: 20/02/2020
- Diminuir + Aumentar

Sinodal das regiões Sant’Ana e Santa Maria Goretti

 

Foto: Divulgação.
 
Desde seu lançamento, em 15 de novembro passado, o Sínodo Arquidiocesano, promovido pela Igreja de Belém, cujo tema “Belém, Igreja de Portas Abertas” e o lema “A cidade se encheu de alegria” (At 8,8), dá seguimento ao seu cronograma e atinge as etapas de preparação para a assembleia conclusiva, em junho. Neste mês, visando a preparação espiritual, ocorrem os retiros sinodais por região. O primeiro ocorreu no último sábado, 15, na Matriz da Paróquia de São Judas Tadeu, na Condor, com as regiões Sant’Ana e Santa Maria Goretti.
 
Participaram no dia 15 as forças vivas, pastorais e serviços das duas regiões. Entre as autoridades eclesiais estavam Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar de Belém, Cônego Roberto Cavalli Júnior, cura da Sé e Vigário Episcopal da Região Sant’Ana, e Padre Antônio de Pádua, Vigário Episcopal da Região Santa Maria Goretti, além de sacerdotes das regiões. 
 
O Sínodo Arquidiocesano, explica Dom Antônio, nesse processo de preparação é constituído de eventos de cunho avaliativo-espiritual nos níveis paroquiais e por região episcopal. “Temos eventos reflexivos em nível de paróquia, em nível de região assembleias variadas de avaliação daquilo que veio das paróquias. Mas, sobretudo, temos uma experiência de oração para dizer que a evangelização depende da oração”.
 
Segundo Dom Antônio é “somente na intimidade com Deus que nos tornamos mais filhos, missionários de Jesus Cristo e irmãos entre nós. A sinodalidade é, portanto, um dom vindo de Deus, não é fruto da vontade humana. É algo que brota como fruto da nossa oração, da consciência de que estamos caminhando com a igreja rumo à plenitude da santidade e assim testemunhamos o reino de Deus neste mundo.”
 
Caminho sinodal
 
Um dos organizadores do retiro sinodal, Cônego Cavalli, esclarece que a partir do convite da arquidiocese para o caminho sinodal com o qual se iniciou a construção do retiro das duas regiões. “Junto com o padre Antônio de Pádua preparou-se este momento e depois foi partilhado com os sacerdotes. Queríamos propor uma ocasião de espiritualidade, de refletirmos aquilo que é a nossa fé, aquilo em que acreditamos. Queremos buscar a força de Deus, do Espírito Santo, para continuarmos este caminho sinodal, vendo a realidade em que estamos para, depois, olharmos para o alto para o que vem à nossa frente.”
 
A programação no dia constou de espiritualidade cujo tema “Espírito Santo que conduz a Igreja” e adoração eucarística: A Igreja vive da Eucaristia. Então a Eucaristia é o nosso centro de vida de igreja para que nosso coração se abra para toda a missão se apresenta para nós.”, afirmou Cônego Cavalli.
 
A adesão da paróquias foi em grande número o que contribui para o espírito sinodal e os estudos que propõe o sínodo arquidiocesano. A Paróquia de São Miguel Arcanjo, na Cremação, participou em maioria, a frente dos quais o pároco, Cônego Gonçalo Vieira. Segundo o pároco, desde o primeiro momento de convocatória a comunidade paroquial busca corresponder ao que solicita a arquidiocese: 
 
“A Paróquia de São Miguel está em comunhão com a Arquidiocese de Belém juntamente com a região Santa Maria Goretti. Desde a convocação para esse primeiro sínodo a paróquia tem buscado corresponder. Elegemos os dez delegados e aqui temos os cinco membros da paróquia que fizeram o estudo do documento do sínodo. Vamos seguir nessa programação que a arquidiocese propôs. Do dia 25 a 29 de março teremos a assembleia paroquial sinodal já dando mais um passo neste processo do sínodo arquidiocesano. Será um momento de nós abrirmos as portas da paróquia com todas as pastorais, movimentos e serviços”.
 
Programações
 
Na programação do Sínodo ainda ocorrerão mais quatro retiros durante a programação, sendo o próximo no dia 1º de março, da Região São João Batista e Coração Eucarístico na Matriz da Paróquia de São João Batista e de Nossa Senhora das Graças. Dia 15 de março será o da Região Episcopal de São Vicente de Paulo na Matriz da Paróquia de São Vicente de Paulo; no dia 18 de abril a Região Episcopal Menino Deus e Região Nossa Senhora do Ó na Matriz da Paróquia do Bom Pastor e no dia 25 de abril o Retiro na Região Episcopal Menino Deus será na Matriz da Paróquia de São Pio X.
 
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade