DATA DE PUBLICAÇÃO: 27/08/2020
- Diminuir + Aumentar

Festival Vocacional 2020 em edição virtual

Foto: Reprodução.
 
O Serviço de Animação Vocacional (SAV), da Arquidiocese de Belém, promoveu no sábado, 22, a transmissão online do Festival Vocacional cujo tema “Chamados e enviados” que trabalha entre os jovens de forma dinâmica a questão do discernimento das vocações. Com muita animação, reflexão, pregação e debates, os participantes puderam aprender sobre cada uma das quatro vocações que a Igreja possui.
 
Este ano, como todas as outras atividades com público, o Festival Vocacional teve que adaptar-se para que fosse possibilitado e garantir o intuito maior: suscitar vocações para a Igreja. Para o padre Paulo Victor Dourado de Oliveira, coordenador do Serviço de Animação Vocacional, este foi o grande desafio e incentivo da edição deste ano. “Nós pensamos em como fazer o Festival Vocacional, colocando vários jovens sem fazer aglomeração. Pensamos no formato da live que muitos eventos se utilizaram durante esta pandemia no Brasil”. Acrescentando ele disse que “tudo para poder manter esse momento de promoção vocacional, porque mesmo em momento de pandemia e dificuldades em nossas vidas, Deus não cansa de chamar os jovens para servir na sua Igreja, para serem vocacionados e ofertarem suas vidas”.
 
Sobre a temática Padre Paulo afirma que trata-se do processo no qual Deus coloca cada um. “Deus realmente nos chama para uma missão, ele nos envia, nos leva ao encontro dos outros, então aquilo que experimentamos de Deus, o Seu chamado para nossas vidas nós precisamos levar aos outros, ser também anunciadores de Jesus Cristo. Temos toda uma equipe com as dimensões das vocações presentes em nossas igrejas para acompanhar os jovens. O SAV realiza esse momento inicial para depois ser encaminhado para onde Deus está chamando”.
 
O chamado vocacional
 
Idealizado pelo SAV, o Festival Vocacional é um evento anual, realizado sempre no mês de agosto, com o intuito de despertar no coração dos jovens a importância do chamado vocacional. As quatro vocações foram trabalhadas de forma especiais durante a programação com um convidado convocado para falar sobre a sua vocação.
 
A sacerdotal ficou a cargo do Padre Maurício Henrique, pároco da Paróquia de Jesus Ressuscitado, na Marambaia. O sacerdote afirma que é missão de todo sacerdote promover e suscitar no coração dos jovens o chamado de Deus e ajudá-los a discernir qual a vontade do Senhor para suas vidas. 
 
“O chamado para o sacerdócio é um chamado para o pastorear o povo de Deus, para santificá-lo, fazê-lo crescer na fé, gerar a vida divina na vida dos outros. É essa a missão de todos os sacerdotes, pois Deus continua chamando”, afirmou.
 
A família, seio de toda e qualquer vocação, teve contribuição do casal Alexandre Maia e Elaine, da Paróquia de Jesus Ressuscitado, que abordaram a vocação do matrimônio. O casal, com quase 20 anos de casados, abordou a beleza e a fecundidade do casamento. “É uma vocação linda que procuramos todos os dias aprofundar juntamente com Cristo e com Deus”, destacou Alexandre.
 
A Vida Religiosa Consagrada também teve seu espaço. Irmã Alcione Barbosa, da Congregação das Angélicas de São Paulo, pregou sobre esse grande tesouro da Igreja. “No mês de agosto a Igreja do Brasil dedica as vocações e no terceiro domingo para a vida consagrada. E o que é ser consagrado nessa igreja de hoje? É um grande espelho e um grande testemunho de Cristo para os jovens e para aqueles que realmente precisam como pobres, doentes, as crianças que nós trabalhamos. É uma grande alegria testemunhar essa grande vocação”.
 
A programação teve pronunciamentos de Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano, e Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar, além de uma mesa redonda com formato de talk-show sobre o chamado vocacional e suas dimensões. Houve ainda Adoração ao Santíssimo Sacramento, bênção Eucarística e, às 20h, encerramento da programação.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade