DATA DE PUBLICAÇÃO: 17/09/2020
- Diminuir + Aumentar

Cartaz do Círio de Nossa Senhora das Graças

 

Foto: Luiz Estumano
 
 
No sábado, 12, após a celebração eucarística das 20h, ocorreu a apresentação do cartaz oficial do 68° Círio de Nossa Senhora das Graças, promovido pela Paróquia de São João Batista e Nossa Senhora das Graças, em Icoaraci. O tema deste ano  “Maria, causa da nossa alegria” e a festa prevista programada para o dia 22 de novembro.
 
Há 71 anos, no dia 4 de novembro de 1948, após o término da II segunda guerra mundial (1945), em Belém, um quadro de Nossa Senhora das Graças vertia lágrimas. Este fenômeno, que mexeu com a sociedade da época, tocou tão profundamente no coração de muitos fiéis da então vila do Pinheiro, atual Icoaraci.
 
Os mesmos, a fim de honrar com maior dignidade a Santa Mãe de Deus, organizaram um Círio (o primeiro) no segundo domingo de novembro de 1952, sob a responsabilidade dos padres. José Edmundo Endres e o vigário Jacob Schiller, e organizado pelos devotos como José Maria Cunha (Braga), Bento Castro, Orlando Cunha, José Sobral e outras tantas pessoas.
 
A Matriz de Icoaraci, desde sua criação como paróquia em 12 de janeiro de 1935 fora dedicada à devoção de São João Batista, e assim permanece até hoje. A devoção à Nossa Senhora das Graças, é posterior, surge com o primeiro círio. Recebeu o título de co-padroeira no ano 2002, por ocasião do círio de número 50, outorgado pelo então Arcebispo de Belém, Dom Vicente Zico. 
 
O cartaz deste ano reúne elementos e simbolismos que remontam as causas de alegria que envolve Maria. A ideia inicial foi criar um “crossover”, ligando três eventos de momentos distintos, iniciando com a festa do padroeiro, São João Batista, depois a festa da primeira aparição de Nossa Senhora das Graças a Santa Catarina Labouré e o Círio de Icoaraci.
Foto: Divulgação
 
O primeiro ponto de ligação seria o tema que nos remete o mesmo propósito: a alegria. Posteriormente, o padrão de cores, tons de azul e amarelo, e os elementos usados para compor a arte, como, por exemplo, as flores que remetem a graça e a pureza e os anjos que nos remetem a santidade.
 
Ao centro temos a imagem de Maria, com o título de Nossa Senhora das Graças, imagem que trás alegria ao povo icoaraciense por tudo o que ela representa. Alegria pela fé, alegria pelas graças alcançadas, alegria em sabermos que temos uma mãe, pois, ela gerou a salvação, seu filho Jesus.
 
O fundo em amarelo trata-se de uma estilização da iconografia de Nossa Senhora do Pilar, envolta por anjos junto à imagem da virgem das graças.
 
“O ano de 2020 certamente ficará marcado em nossa memória por conta da pandemia que assola o mundo inteiro. Porém, somos confortados pelas graças que incessantemente pedimos e abundantemente recebemos através da intercessão daquela que é Medianeira de todas as graças, Maria Santíssima, a Mãe de Jesus. Deste modo, intitulamos este Círio o Círio das Graças, referenciando não somente a imagem de Nossa Senhora das Graças, mas também as graças e alegrias recebidas por parte de Deus, através de Maria, representadas através da imagem do Espírito Santo em forma de pomba que se encontra sobre a imagem de Maria que também destaca os dizeres do tema escolhido para este Círio”, informa o descritivo do cartaz.
 
A programação prévia da Festividade consta visitas com a imagem pelas paróquias do distrito de Icoaraci, assim como uma na Basílica Santuário de Nazaré. A paróquia está atualmente com uma campanha para aumentar o número de inscritos no canal do Círio no YouTube, pois a ideia é que seja por lá as transmissões desse ano. Tanto a procissão da trasladação como a do Círio estão incertas. 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade